Ponto de Venda mais maduro | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Ponto de Venda mais maduro

Chan Wook Min, Presidente do POPAI Brasil, ressalta a evolução no pequeno varejo e nos grandes centros de consumo, com incorporação de tecnologia e de métricas para mensurar o retorno sobre o investimento no PDV

Por | 18/12/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Retrospectiva 2007
Ponto-de-venda mais maduro

Da Redação
redacao@mundodomarketing.com.br

 A cada ano o ponto-de-venda ganha mais importância dentro da estratégia de marketing da indústria e do varejo e em 2007 não foi diferente. Em análise feita a pedido do Mundo do Marketing, o Presidente do POPAI Brasil, Chan Wook Min (foto), ressalta que o segmento ganhou mercado no pequeno varejo e que evoluiu nos grandes centros de consumo, com incorporação de tecnologia e de métricas para mensurar o retorno sobre o investimento. Acompanhe a seguir a íntegra de como foi o ano e quais são as perspectivas para 2008 segundo o presidente da associação que congrega quem faz o ponto-de-venda.

"A principal mudança no setor de ponto-de-venda foi uma conscientização maior por parte do varejo de pequeno e médio porte sobre a utilização do merchandising no PDV. Antes utilizados pelas grandes redes de loja de supermercados como a comunicação das categorias, técnicas de ambientação, de uso de displays, hoje já fazem parte da preocupação de pequenos e médios comerciantes. Com isso, eles podem conquistar seus consumidores que estão cada vez mais exigentes. As mídias como jornais, revistas e portais especializados procuram levar informações para dar suporte a esses canais de varejo fortalecendo o segmento.

Nesse ano também lançamos pesquisas no mercado voltado para a área farmacêutica, com a coleta de dados algumas informações importantes, como um aumento na freqüência nesse varejo, apresentado uma evolução nesse tipo de PDV. Eles oferecem uma qualidade superior no atendimento, atendendo as necessidades do consumidor, impactando em maior permanência dentro da loja, criando ambientes agradáveis e favoráveis à compra.

Lançamos também no início do ano a pesquisa de mensurabilidade sobre o investimento em todos os tipos de comunicação no PDV para dar suporte aos profissionais e empresas que investem em merchandising hoje com a cobrança de retorno sobre todos os investimentos, o que torna indispensável esse tipo de ferramenta que mede o retorno sobre o investimento.

Tecnologia no PDV
Outra coisa que aconteceu de positivo foi a busca e a aplicação de novas tecnologias na comunicação e arquitetura nos PDVs como exemplo a estética do bem estar gerando ambientes para experiências agradáveis de compra e respectivamente aumento nas vendas, indo além a ambientação até por categoria de produtos que também evolui muito no ano de 2007. Exemplos são os setores de vinhos e bebidas em geral que usam decorações especiais trazendo um ambiente próprio para o consumo e, assim, despertando maior impacto na compra por impulso.

A evolução tecnológica do marketing no ponto-de-venda tem sido marcado pela nova técnica de uso do digital signage, mensagens levadas aos monitores extremamente compactos nos locais estratégicos dentro do PDV, como gôndolas ou na entrada de alguns setores específicos, levando informações de utilidades e promoções no momento exato do consumo.

O que melhorar?
O trabalho na comunicação dentro do ponto-de-venda é um processo constante, mas algo que não foi resolvido foi a relação na facilidade no processo de desenvolvimento de todos os materiais de PDV. Há ainda uma busca para diminuir custos de produção sem critérios conceituais na produção das peças que compõem a campanha de merchandising. Será necessário um diálogo maior entre todos os envolvidos no processo para chegar a realização de toda comunicação do PDV de qualidade. Temos também a necessidade de integração para que o mercado possa ganhar dinamismo no processo de produto e também conquistar mais verba para o marketing no ponto-de-venda.

Tendências para o próximo ano
As perspectivas para 2008 está na evolução do PDV. Temos que atender a necessidade para que o consumidor realize suas compras de forma prazerosa em menos tempo, pois com o dia-a-dia cada vez mais corrido de todas as pessoas, sobra pouco tempo para atender a necessidade de consumo. É importante facilitar a compra, dinamizar o processo e também criar soluções práticas para que possamos saber o tempo que o cliente gasta para realizar suas compras por impulso e passear no PDV. Além disso, uma maior consciência social e ecológica dentro de toda a cadeia de marketing no ponto-de-venda, desde displays até atitudes para criar um consumo consciente será de extrema relevância". 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss