Associação de Profissionais de Marketing do Brasil quer sair do papel | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Associação de Profissionais de Marketing do Brasil quer sair do papel

Sem representação, profissionais de marketing buscam formatar uma Associação que lute pela regulamentação do profissional de marketing e que dissemine as boas práticas desta atividade

Por | 16/04/2007

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Associação de Profissionais de Marketing do Brasil quer sair do papel

Por Bruno Mello
bruno@mundodomarketing.com.br

O Projeto de Lei que busca regulamentar a profissão de Marketing, proposto no ano passado, foi arquivado. Alguns Conselhos de Administração já não aceitam mais registrar os profissionais que completaram a graduação em marketing. Sem ter a quem recorrer, professores do Rio de Janeiro criaram a Associação de Profissionais de Marketing do Brasil - APMB. Eles lutam pela regulamentação e pelo aprimoramento de quem trabalha com Marketing.

O caminho para ter este objetivo cumprido, entretanto, será longo. A APMB ganhou vida em 2006 a partir de uma iniciativa de um grupo de professores universitários de diversas instituições de ensino sediadas no Rio. Ao longo do ano, foram realizados seminários e discussões em torno da regulamentação, o que resultou numa proposta de mudança do projeto do então Deputado Federal Eduardo Paes. Hoje, porém, a associação está parada.

O então presidente, Jorge Bittencourt, pediu licença e os envolvidos na Entidade agora buscam formar uma nova diretoria, que também foi deixando de realizar as propostas da APMB aos poucos. Sandra Burle-Marx Smith, ex-Diretora do Curso de Marketing da Universidade Estácio de Sá e então Titular do Conselho Deliberativo da Associação, acredita na importância de fortalecer a APMB, mas sabe das dificuldades. "Quando se depende de muitas pessoas e se faz um trabalho voluntário, fica difícil de levar para frente e o político (o então Deputado Eduardo Paes) que estava ajudando não ajudou mais", afirma Sandra em entrevista ao Mundo do Marketing.

Estima-se que haja entre 5 e 7 mil alunos de graduação em marketing no país. Por isso, o professor Alexandre Hungria acredita que a união dos estudantes pode ajudar na realização da missão da APMB. "Espero que a Associação funcione com mais energia, juntando alunos e empresas em prol da regulamentação da profissão e da criação de um conselho", diz ao site. "Estamos tentando fazer uma reunião ainda neste semestre para eleger uma nova votação", completa Hungria.

A criação de um Conselho que regule a profissão, assim como acontece na Medicina e na Advocacia, é outra bandeira levantada pela instituição. Para o professor Francisco Carlos Távora Heitmann, construir uma instituição representativa, operante e influente passa também por uma parceria com Associação Brasileira de Marketing e Negócios - ABMN. "A APMB está alinhanda com a ABMN na coerência de projetos e objetivos, capazes da valorizar cada vez mais os trabalhos do profissional de Marketing", aponta em e-mail enviado à redação do Mundo do Marketing.

Acesse o site da Associação
www.apmbr.org

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss