Perfil vendedor ganha ainda mais peso entre profissionais de Marketing | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Perfil vendedor ganha ainda mais peso entre profissionais de Marketing

Robert Half destaca oportunidades nos setores de agronegócios e alimentos; inglês fluente e conhecimento profundo do negócio são exigências das empresas

Por | 08/02/2017

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Alexandre Arima, Diretor de Marketing Latam da Robert HalfUm dos grandes desafios dos profissionais de Marketing nos próximos anos será gerar demanda sem mexer no preço. Em vendas, o perfil hunter (caçador) é o mais valorizado. Além de uma boa carteira de clientes, é preciso também disposição para conquistar novos mercados. No setor, é exigido cada vez mais que as pessoas sejam capazes de medir os resultados de suas ações para justificar os investimentos, mostrando que essa é mais uma categoria que é impactada pelo Martech.   

Em 2017, o mercado de trabalho para os profissionais de vendas será tão bom quanto sua capacidade de se reinventar. Não bastará apenas uma carteira de clientes e ser consultivo, o vendedor precisará ir atrás para desbravar novos mercados e negócios, mas com o desafio de manter as margens. Também são mais valorizadas as posições ligadas à área comercial.

O domínio em venda vem somado a outros saberes, como idiomas, ferramentas e inteligência. "Hoje em dia não existe mais aquele profissional que só faz o básico da área. O mercado pede a capacidade analítica e estratégica para a leitura rápida de onde estão as melhores oportunidades, além de profundo conhecimento técnico e excelente comunicação", afirma Alexandre Arima, Diretor de Marketing Latam da Robert Half, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Oportunidades
Quem atua nessa área encontra oportunidades em setores mais resistentes à crise como agronegócio e alimentos, com valorização do perfil consultivo. Também há vagas na área de equipamentos médicos, em que há demandas para o setor comercial para novas posições, cargos já existentes e substituições, como aponta o Guia Salarial 2017 da Robert Half. Outra conclusão do documento é a mudança na atitude e comportamento do vendedor de serviços. 

Por se tratar de uma experiência que só se terá após fechar o negócio, é fundamental que o profissional seja muito articulado e comunicativo. "Há demanda por perfis mais sofisticados, capazes de ouvir a necessidade do cliente e a partir disso criar empatia e customizar o discurso de venda", aponta.

Na área de Marketing, a principal transformação está na transição da imagem "departamento que só gasta" para aquela que gera resultados financeiros efetivos para a organização.  Esta evolução exige dos profissionais o conhecimento das ferramentas de mensuração e a capacidade de medir os resultados de suas ações (ROI). "Estamos percebendo uma mudança com o crescimento da demanda por perfis que saibam analisar dados e transformá-los em bons resultados, seja com inteligência de mercado ou no esforço de melhorar a visibilidade da marca. É esse o novo perfil buscado nos recrutamentos", diz Alexandre.

Guia Salarial
O profissional de trade marketing continua em destaque pela necessidade de as marcas serem mais eficientes no ponto de venda e pela conexão com a atividade comercial. "Algumas das estratégias importantes para ganhar mercado são a melhor disposição dos produtos e criação de parceria com distribuidores. Um dos exemplos apontados no Guia Salarial da Robert Half diz respeito ao perfil e que competência é exigida dele.

Para Key Account, Gerente de Vendas, Trade Marketing e Consultor Comercial, por exemplo, é necessário inglês, visão 360 graus do negócio, boa comunicação, perfil analítico e liderança. Quem possuir esse perfil tem grandes chances de conseguir uma vaga em Agronegócio, Alimentos, Serviços, Tecnologia, Health Care B2B, Farmacêutico e Bens de Consumo.

Em relação aos cargos e salários, considerando uma empresa de porte médio e pequeno, um supervisor de vendas teve ganho de R$ 500,00 em relação a 2016, com média salarial entre R$ 6.500,00 e R$ 8.500,00. Já um Gerente de Inteligência de Mercado possui estimativa de vencimentos entre R$ 12 mil e R$ 17 mil - no ano passado o mínimo era de R$ 10.500,00. Para o cargo de Diretor Comercial o salário está na média entre R$ 21 mil e R$ 40 mil - o mínimo em 2016 era de R$ 18 mil.

Saiba mais sobre como a Tecnologia no Marketing impacta os profissionais da área no estudo sobre o tema, disponível no Mundo do Marketing Inteligência. Conteúdo exclusivo para assinantes.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss