Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Saem os produtos, entra a marca. Todeschini renova posicionamento

Novo conceito tem o objetivo de criar uma relação mais humana e próxima entre a empresa e as pessoas. Ações da marca passam a contar com o slogan ?O Coração da Casa?

Por | 14/05/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A Todeschini olha para os 76 anos de história da companhia ao colocar no mercado o novo posicionamento inspirado naqueles que se relacionam com a empresa nas quase oito décadas: as pessoas. A marca aposta no substantivo "Ser", o ente humano, para conceituar o novo momento, que valoriza o indivíduo e suas particularidades em cada ambiente. Com a novidade, o ícone da empresa, o coração, ganhou ainda mais destaque e está materializado nas ações que ganharam a assinatura "Todeschini. O coração da casa".

A criação traz uma mudança na comunicação da empresa, que antes destacava mais os produtos do que a marca. Esta estratégia, que poderia ser positiva comercialmente, não reforçava os atributos e propósitos da companhia. Para evitar o enfraquecimento da organização, o departamento de Marketing resolveu reavaliar o posicionamento da empresa por meio da imagem formada pelos steakholders e percebeu que era necessário reforçar suas crenças diante de seus públicos.

O posicionamento, apresentado ao público em março, é, na verdade, um resgate dos valores defendidos pela companhia desde a fundação, mas que ficaram escondidos ao longo da trajetória. "Percebemos que era importante reafirmar para as pessoas quem somos. É claro que os produtos, que sempre foram o carro-chefe da comunicação, também passam uma mensagem, mas a partir de agora eles estarão inseridos em outro contexto, que valorizará a marca e suas convicções", comentou Félix Polo, Gerente de Marketing da Todeschini, em entrevista à TV Mundo do Marketing.

Humanização que gera engajamento
Na nova campanha, a empresa lança a pergunta "Como sua casa tem que ser?" e abre uma reflexão sobre a humanização dos ambientes domésticos, velhos conhecidos da fabricante de móveis planejados. Entre as peças que compõem a apresentação desta nova fase estão anúncios de revistas, outdoor, filme, materiais gráficos e de PDV, site, brindes e catálogos em português e espanhol, além de um lookbook com 126 páginas que mostram a nova coleção, complementos e os diversos tipos de estilo de vida. Nas imagens, os produtos ficam em segundo plano, apenas compondo um espaço da casa.

Com esta nova maneira de se comunicar, a empresa reforça que quem realmente dá vida aos ambientes são as pessoas que neles vivem, ou seja, o "Ser", colocando seus móveis como coadjuvantes. A ideia é impactar emocionalmente o consumidor para que ele chegue às lojas encantado com a marca. A iniciativa já está tendo retorno positivo, pois logo ao apresentar o novo posicionamento a empresa percebeu maior engajamento dos consumidores e participação dos colaboradores. Para marcar o lançamento do novo conceito, a empresa criou o Dia T e monitorou a reação do público, comparando a outras ações já desenvolvidas.

O nível de engajamento foi considerado satisfatório pela empresa e rendeu até comentários da concorrência. "Principalmente pelas redes sociais, notamos um incremento incrível no número de pessoas falando sobre esse novo posicionamento. Inclusive, recebemos uma piada do nosso maior concorrente. O que foi muito bacana, porque eles nunca tinham se manifestado e fizeram uma crítica positiva sobre como estávamos nos comunicando. Ou seja, eles também sentiram que há um movimento muito grande por trás da marca e isso está afetando o mercado", relatou Félix Polo.

Desafios para o futuro
Com o mercado moveleiro diretamente impactado pelos movimentos do setor da construção civil, a companhia gaúcha sabe que este ano de instabilidade econômica inspira atenção e já está preparada para as adversidades. "Fizemos uma leitura econômica e projetamos nossas metas dentro da realidade. Temos um crescimento de manutenção, mesmo visando a abertura de novos pontos de venda. As lojas que já estão muito bem estruturadas trabalharão para se organizar melhor para aguentar essa crise. O jeito será segurar os custos, aumentar as receitas e trabalhar com efetividade para aumentar a taxa de conversão dos clientes. Isso tudo mostra a eficiência do processo, que é o foco deste ano", ponderou o Gerente de Marketing da Todeschini.

Mesmo com as adversidades do atual cenário econômico brasileiro, a empresa tem um ousado planejamento em longo prazo. "A Todeschini não quer ser só a maior, a líder de mercado. Também quer ser fisicamente e tecnologicamente maior. É por isso que estamos trabalhando sem medir esforços para que nossas fábricas sejam as maiores do mundo em tecnologia, em tamanho e capacidade. Este é um projeto que não saiu do papel, pois ainda depende de algumas questões para isso, mas no tempo acontecerá. Não queremos ser uma empresa que só busca inovação, mas sim aquela que dita e que constrói essa inovação", comentou Félix Polo.

Para manter o crescimento e atrair novos clientes, a companhia lançou recentemente a ação #PraGanhar que sorteará motos Harley-Davidson e Mini Coopers nas compras a partir de R$ 5 mil. "A promoção visa atrair consumidores que já foram impactados pela marca, mas que ainda precisavam de um motivo mercadológico para efetuar o fechamento da compra", concluiu o Gerente de Marketing da Todeschini.

Assista ao hangout completo com Félix Polo, Gerente de Marketing da Todeschini, em entrevista à TV Mundo do Marketing.





Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss