Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

10 melhores ações de Marketing de 2014

Empresas apostaram na Copa e na irreverência para engajar. Destacaram-se marcas como Tramontina, Bis, CNA, Nutella, Bomnegocio.com, Grupo Marista, Nike, Netflix, Blue Man e Sadia

Por | 15/12/2014

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A irreverência, o bom humor e a Copa do Mundo dominaram as ações de Marketing que se destacaram neste ano. A realização do mundial no Brasil fez com que muitas marcas aproveitassem para vincular suas imagens ao evento, criando maior empatia com o público.  E não foram apenas as empresas patrocinadoras que se apropriaram do tema. Mesmo com a limitação no uso de termos que envolvem a competição - a Fifa é a detentora dos nomes -, algumas empresas driblaram a entidade e, com criatividade, marcaram presença no mundial.

Embalados nas brincadeiras que ganham cada vez mais espaço nas redes sociais, algumas empresas apostaram na zoeira para gerar maior engajamento do público. O Bis, por exemplo, instalou uma vending machine em São Paulo que interagia com os consumidores. Quem cumprisse as ordens da máquina ganhava uma caixa de chocolate. Já a Bomnegócio.com foi a responsável por instituir o atual bordão nacional: `sabe de nada, inocente´. Iniciativas inovadoras também ganharam destaque, como a do Grupo Marista, que utilizou vídeo para anunciar oportunidade de emprego.

No levantamento do Mundo do Marketing, aparecem empresas como Tramontina, Bis, CNA, Nutella, Bomnegocio.com, Grupo Marista, Nike, Netflix, Blue Man e Sadia. Para chegar a essas ações, o portal considerou os critérios de inovação, resultados alcançados, audiência e repercussão entre os leitores e o engajamento nas redes sociais. Conheça ou reveja os casos de sucesso, em ordem aleatória.

Netflix dribla Fifa com termo copa
A Netflix deu um chapéu na Fifa e, com criatividade, conseguiu utilizar a palavra "copa" em ação veiculada durante o mundial de futebol. A organizadora da Copa do Mundo é detentora legal de diversos termos relacionados ao evento e a utilização deles é autorizada apenas aos patrocinadores do evento. Para driblar a autoridade máxima do esporte, a Netflix usou a palavra em referência ao ambiente doméstico e sugeriu ainda que o público assistisse a filmes na copa ou em qualquer lugar da casa. Além de brincar com a proibição que atingiu diversas marcas, a campanha ainda destacou a mobilidade do serviço, que pode ser utilizado através de dispositivos móveis.

Veja a ação:

Animação da Nike lança campanha `Arrisque Tudo´
A Nike produziu uma animação para lançar a campanha "Arrisque Tudo", exibido durante a Copa do Mundo. O filme, dividido em três partes, mostra os principais astros do futebol, que têm a missão de salvar o esporte das garras de uma mente maligna, conhecida como O Cientista. Finalizando a série, o "Último Jogo" ganhou destaque nas redes sociais e a postagem foi a mais popular durante o mundial, segundo levantamento da SocialBakers.

Assista ao vídeo `O Último Jogo´:

Sunga da Blue Man entra em campo na Copa do Mundo
Com uma sacada inteligente, a Blue Man conseguiu mídia espontânea na Copa do Mundo após presentear os jogadores da Seleção Brasileira com uma sunga com a bandeira do Brasil estilizada. A grife carioca de moda praia mandou a peça para os jogadores com uma mensagem de boa sorte e o presente foi usado pelo atacante Neymar no jogo contra a seleção de Camarões, ainda na primeira fase da competição.

Na comemoração da goleada - o Brasil bateu o time africano por 4 a 1 -, Neymar deixou a sunga à mostra ao trocar a camisa com os outros atletas. O calção desajustado deixou a peça aparente. A marca comemorou a ação bem sucedida, já que, teoricamente, o atleta não teria qualquer vínculo com a empresa e o produto. Pelo contrário, Neymar é garoto propaganda da Lupo.

Sadia cria lema dos brasileiros para o mundial
Patrocinadora oficial da Seleção Brasileira, a Sadia conseguiu emplacar o lema dos brasileiros na Copa do Mundo. A ação "Joga Pra Mim" foi lançada ainda em março, três meses antes do início da competição, e caiu no gosto do público. Na ação, crianças que nasceram depois de 2002 e que nunca tinham visto o Brasil conquistar um mundial pediam textualmente aos jogadores: "Joga pra mim".

A frase foi amplamente usada pelos torcedores e, principalmente, nas redes sociais. Com o baixo desempenho da Seleção, a ação ganhou mais força e até variações com os internautas pedindo maior empenho dos atletas.

Assista:

Ação da Bomnegócio.com cria bordão dos brasileiros
"Sabe de nada, inocente". A expressão não é nova, mas, só após a participação de Compadre Washington na ação da Bomnegocio.com, o termo caiu no gosto da população e virou bordão nacional. A marca utiliza personalidades que já estão caindo no esquecimento para incentivar a venda de produtos inutilizados. A ação retrata exatamente o negócio proposto pela plataforma, que facilita a compra e venda de produtos.

Apesar do grande sucesso da ação bem-humorada, a marca Bomnegocio.com vai deixar de existir. Em novembro, a empresa anunciou que está se associando à antiga concorrente, a OLX, que permanecerá em atividade. Com a fusão, cada companhia terá 50% da operação.

Tramontina cria a bíblia do churrasco
A Tramontina apostou na paixão do brasileiro por churrascos para criar a bíblia da iguaria e mostrar que a marca de utensílios domésticos tem todos os componentes necessários para o preparo do prato. O inusitado livro reúne itens utilizados na receita tipicamente brasileira e permite o cozimento imediato. As páginas se transformam em carvão, sal, avental, afiador, tábua entre outros objetos.

Apesar de ser o sonho de consumo dos apreciadores da comida preparada na brasa, a bíblia do churrasco foi produzida em edição limitada e distribuída aos grandes chefs das churrascarias. Uma versão simplificada seria encaminhada a livrarias selecionadas no Brasil.

Conheça a Bíblia do Churrasco:

Nutella desenvolve quiosques de lanches
A Nutella, creme de chocolate com avelã da Ferrero, ganhou um espaço exclusivamente dedicado ao doce. Dois quiosques estão em funcionamento em São Paulo, um na Avenida Paulista, no Top Center, e outro no International Shopping Guarulhos. No espaço, é possível encontrar diversos doces recheados com o famoso creme, como crepes e bolos.

O grupo Ferrero não fala sobre novas unidades no Brasil, mas já há Nutellerias em Paris, na França, e em Toronto, no Canadá. Os espaços atraíram os apreciadores da guloseima e muitos consumidores tiveram que esperar mais de uma hora para serem atendidos.

Bis conquista consumidores com a máquina da zoeira
Em uma ação descontraída e criativa, a Lacta desenvolveu uma campanha inovadora para estreitar o relacionamento entre a marca Bis e os consumidores. A empresa instalou uma vending machine em São Paulo que interagia com os consumidores que passavam pelo local.

De um estúdio, o humorista Léo Martins passava ordens para quem parasse em frente à máquina. Quem cumprisse as determinações, poderia escolher um sabor do produto. Toda a ação foi filmada e postada no canal do Bis no YouTube. O projeto teve sucesso e ganhou as redes sociais.

Veja a ação:

CNA promove interação entre alunos e idosos americanos
A rede de curso de idiomas CNA desenvolveu uma ação simples e eficiente para promover maior fluência dos alunos. Por meio de um videochat, os estudantes se conectam a idosos americanos que moram em uma casa de repouso, para conversar e praticar os conhecimentos em inglês de maneira natural.

A ferramenta foi desenvolvida especialmente para o projeto e permite que os jovens tenham contato com um nativo e melhorem seus conhecimentos. A interação permite muito mais do que o aprendizado no idioma. O projeto "Speaking Exchange" possibilita a integração entre pessoas de países e gerações diferentes, criando, inclusive, um laço de afeto.

Veja a ação:

Marista inova na contratação de funcionários
Atento às novas formas de relacionamento, o Grupo Marista inovou para buscar novos profissionais e apostou em uma ação digital para divulgar a vaga para profissional de Marketing. Com a campanha, a organização mostrou que mesmo sendo ligada à Igreja Católica não está engessada a ferramentas tradicionais e que pode aproveitar as novas tecnologias para se comunicar de maneira descontraída com os mais diversos públicos, derrubando qualquer preconceito.

A instituição abriu mão dos canais de recrutamento e apostou nas redes sociais. Espalhou webcards e minivídeos nos perfis dos profissionais que já atuam nela, investiu em Google AdWords e Facebook. A proposta era que os candidatos enviassem uma gravação com a apresentação, para que a empresa começasse a conhecer melhor o pretendente. A ação faz parte da nova política do grupo que tem apostado em "Employer Branding" para reter talentos e aumentar o engajamento dos colaboradores.
 

Leia também: 10 lançamentos que movimentaram o mercado em 2014 e 10 fiascos de Marketing em 2014.





Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss