Cidadãos que trabalham com Marketing também protestam | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Cidadãos que trabalham com Marketing também protestam

Mundo do Marketing publica opinião de seus leitores e marca seu posicionamento diante das manifestações que envolveram o Brasil nesta segunda, 17 de junho de 2013, data histórica

Por | 18/06/2013

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

protestos,mundo do marketing,marcas17 de junho de 2013. Dia histórico: o improvável aconteceu. Milhares de pessoas no Brasil todo foram para a rua reivindicar a diminuição no valor das passagens de ônibus, melhorias no transporte público, na saúde, na educação e por um ponto final na corrupção. Entre os cidadãos, profissionais que trabalham com Marketing entoaram seus gritos de ordem por um país melhor.

"Finalmente saí às ruas", disse Carla Laes, formada em Marketing pela Metodista respondendo na fanpage do Mundo do Marketing ao nosso pedido para relatar sobre o dia que pode mudar o Brasil. Outras pessoas também se manifestaram. "Fui para rua em primeiro lugar pela necessidade de mudança do cenário do país: corrupção, desigualdade, falta de infraestrutura e planejamento, além da altíssima carga tributária que afeta diretamente a minha empresa e as possibilidades de crescimento", escreveu Rafael Monteiro Tavares, Sócio Fundador da Agência Komcept.

Mundo do Marketing publica a seguir algumas das vozes de nossa comunidade que está conectada com o país. Estas vozes representam o posicionamento do Mundo do Marketing pela mudança do Brasil, sem deixar de lado o nosso compromisso em orientar os profissionais da área, conforme outras reportagens que já estamos publicando, que envolve as marcas neste processo, o mercado e o consumidor.

"O brasileiro é trabalhador, merece transporte, saúde, educação e segurança. E estarei presente quantas vezes for necessário!!!", Isleiny Barreto, Assistente Comercial da AOC.

"Sou contra a alta carga tributária imposta à população. Estamos chegando ao extremo da corrupção no nosso país. Se continuar do jeito que está, estamos fadados a viver o resto de nossas vidas no terceiro mundo, ou pior que isso", Herbert Vieira.

"A revolta não é apenas sobre o aumento da tarifa e sobre a péssima qualidade do transporte público na cidade, mas sobre os 50 bilhões de reais que são desviados todo ano por conta da corrupção. Sobre a falta de prioridade do Governo em gastar quantias monstruosas com a Copa do Mundo e Olimpíadas enquanto as necessidades da sociedade são outras. Precisamos de uma melhor infraestrutura, mais investimentos em educação e saúde. Nada contra o evento da Copa do Mundo em si, mas sim quanto à falta de transparência e falta de prioridades do Governo", Vitor Mendes Avilez.

"Vou para a rua porque não aguento ver impunidade e corrupção", Natália Michelon.

"Me surpreendi com tanta pacificação e vontade de fazer a diferença. Experiência única e incrível!", Amanda Alencar, Assistente de Marketing na VestCasa.

"Não sou a favor de brigas e nem de alguns bagunceiros, mas sou super a favor de manifestações pacificas. É um movimento do povo brasileiro!!! Esperamos mais dignidade!!!!", Regina Reyes, Analista de Marketing de Relacionamento da Eudora, do Grupo O Boticário.

"Caminhei com orgulho e feliz, por vezes emocionado, em ver que minha insatisfação tinha coro e estava sendo ouvida", Leandro DT, Gerente de Marketing da Ti INOVAX.

"Os 20 centavos foram apenas um símbolo dessa manifestação. Ela é muito maior. Fui para a rua porque acredito que demos voz aos problemas que sempre enfrentamos em nossos dias", Raphael Capitani, Trainee de Marketing na Mondelez International (ex-Kraft Foods).

protestos,mundo do marketing,marcas"As tantas gerações do alfabeto acordaram, utilizaram sua maior ferramenta e estão conseguindo, sim, mudar seu país!", Carol Oreggia.

"Não temos respeito algum ao dinheiro público e o descaso de gastos muito acima dos orçamentos", Anaue Caetano, Analista de Finanças da Volkswagen do Brasil.

"Sei que lá no fundo de todos ainda existe esperança" , Vanessa Tierí, estudante de comunicação.

"Fui à manifestação para reivindicar um país melhor que dê condições de uma vida digna ao seu povo! Para o melhoramento de todas as instituições públicas para que prestem um serviço decente ao povo!", Fabricia Stresser, Coordenadora de Marketing da Daju.

"Fomos pra rua porque o país todo precisa ser mudado", Karina Teixeira, Planejamento no Banco de Eventos.

Leia também: Marcas são usadas em protestos. Acesse aqui.

* As imagens desta reportagens são de leitores do Mundo do Marketing, postadas no Facebook.


 

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss