Lorenzetti completa 90 anos e foca em sustentabilidade | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Lorenzetti completa 90 anos e foca em sustentabilidade

Em comemoração ao aniversário, empresa preparou 90 lançamentos. Marca que já produziu até patins e se consagrou com os chuveiros elétricos automáticos

Por | 04/06/2013

luisa@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Em 90 anos de operação, a Lorenzetti passou por mudanças em seu portifólio, planeja entrada em novos segmentos relacionados a construção civil e põe o foco na sustentabilidade.  A empresa que já produziu parafusos de precisão, motores movidos à energia elétrica, baixelas, purificadores, bombas de poço, talheres, materiais elétricos, lâmpadas fluorescentes, aquecedores à gás e até patins,  se consagrou no mercado com as duchas elétricas. Em 2013, a companhia celebra seu atual crescimento na categoria de metais sanitários e prevê expansão para novos segmentos. O investimento médio esperado é de 12% do faturamento anual em novos produtos, incluindo 90 lançamentos em comemoração ao aniversário, tudo com base nos R$ 850 milhões de receita esperados para 2013.

Os investimentos também se voltam para pesquisas de mercado e opinião do público final, para se alinhar às tendências de produtos e design, esforço que permitiu à empresa competir com multinacionais como Arno e Hypo e conquistar o prêmio Casa Brasil de Design com a Ducha Advanced no ano passado. Além da estética, a marca quer seus produtos relacionados a sustentabilidade. Para isso, reduziu o consumo de energia e água de suas linhas elétricas e de chuveiros e investe em tecnologias de reaproveitamento de recursos naturais em suas fábricas.

Além das preocupações ambientais e com os diferentes públicos, a empresa se mostra otimista com o cenário nacional. "Estamos apostando no país, na economia e na geração de empregos com a abertura de novas fábricas. Em cinco anos contratamos cerca de 1.000 funcionários, não entramos nas políticas de demissões, este é um momento muito feliz da empresa, temos solidez financeira para investir. A expectativa é de 13% de crescimento este ano. A lorenzetti tem se reinventado, como diz o slogan `mais do que você imagina´. São 90 anos com espírito jovem. Estamos estudando a entrada em novas modalidades de negócios e sempre com lançamentos naquelas em que já operamos", comenta Alexandre Tambasco, Gerente de Marketing da Lorenzetti, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Adaptação ao mercado
A empresa que tem hoje como carro chefe os chuveiros elétricos e se preocupa com meio ambiente, precisou passar por muitas adaptações. Foram mudanças de produtos e de comunicação para se manter relevante ao longo de nove décadas de mercado e suprir as demandas dos consumidores. "Existe um paradigma de que para começar tem que partir de uma grade ideia, mas não foi bem assim. Por aqui funcionou a máxima que diz que o sucesso é 90% de transpiração e 10% de inspiração. Em 1923, o esforço era suprir as demandas em diferentes áreas, sempre pensando: o que o país está precisando agora? Naquela época a industrialização era recente e tudo era importado. Hoje o desafio é ter produtos sustentáveis" diz Alexandre Tambasco.

Se lançar em novas categorias é sempre um movimento arriscado para a estabilidade. Mas no caso da Lorenzetti, se inserir em novos contextos e aproveitar oportunidades foram condições para sua sobrevivência e atualização. "A empresa se inseriu em muitas áreas. Algumas deram certo, outras não. O lançamento do chuveiro elétrico automático representou o maior salto da nossa história, mas não impediu a entrada em outros segmentos. Há 10 anos, lançamos os metais sanitários que são responsáveis por nosso maior crescimento atualmente, tanto que construímos três fábricas em virtude disso", analisa o Gerente de Marketing, em entrevista ao portal.

Se no início os lançamentos aconteciam intuitivamente para sanar demandas, atualmente as ferramentas de mercado são utilizadas na busca do equilíbrio entre o desejo do consumidor e a rentabilidade. "Hoje tudo está muito profissionalizado. Temos uma área voltada para inteligência de Marketing e equipes de designers. Estamos sempre muito antenados com tudo que está acontecendo ao redor. Não economizamos em lançamentos: é o setor em que mais investimos e aonde tiver uma área possível estudaremos nossa entrada. Esta é uma receita que tem dado certo, afinal, a indústria tem mesmo esse papel de lançar tendências despertando o desejo do consumidor de ter um produto melhor. Isso é o que faz com que a economia se aqueça e assim ganhamos mercado dos concorrentes", diz Alexandre Tambasco.

Comunicação para família
Com a diversidade de produtos, a marca pretende atender a uma gama variada de públicos em diferentes faixas etárias e de renda. "Nosso público vai desde classe A até Classe D. A Lorenzetti pega o consumidor desde a sua primeira casa e acompanha para todas as fases da vida, passando por reformas e construções e precisamos oferecer sempre as soluções mais adequadas. Para ganhar relevância, o consumidor precisa perceber bom custo-benefício e durabilidade dos artigos", aponta o Gerente de Marketing da Lorenzetti.

Levantamentos da empresa apontaram que o primeiro contato com os produtos acontece em grande parte dos casos na época do casamento. Para falar com este público heterogêneo a empresa foca sua comunicação na família. "Pegamos por essa vertente para comunicar os nossos produtos, pois todos eles remetem ao uso em família: o preparo da comida com uma água purificada, o banho da criança, o relaxamento no chuveiro após o trabalho. Tentamos resgatar estes valores e transmitir sensações em tudo que falamos", comenta Alexandre Tombasco, em entrevista ao Mundo do Marketing.
Em 2013, a Lorenzetti reforça este posicionamento com ações de incentivo a cultura para a família.  Uma das iniciativas é a organização regular de exibição de filmes com classificação livre. O projeto nomeado `Cine Praça´, acontece ao ar livre, tem entrada franca e oferece pipoca aos visitantes. A empresa também apoia o filme brasileiro "Faroeste Caboclo", trama inspirada na música de Renato Russo. "Queremos falar com toda a família. O pai compra o produto, mas todos utilizam. Promover a chance de um entretenimento está diretamente relacionado a este posicionamento", complementa o Gerente de Marketing.

Valorização dos funcionários
Uma das comemorações pelo aniversário da marca será uma festa exclusiva para a equipe de 4.000 profissionais da comapanhia. A empresa optou por uma comemoração interna invés de um evento com celebridades aberto à mídia e aponta como um dos fatores do seu sucesso a sua relação com seus funcionários, que estão diretamente envolvidos com seu processo de produção.

A cultura de valorização começou com os fundadores da marca que faziam questão de conhecer todos os funcionários e cumprimentá-los diáriamente. "Reconhecer o valor de quem faz a empresa é um pilar importante que vem desde a época de Lorenzo Lorenzetti, Eugênio Lorenzetti e Alessandro Lorenzetti: diariamente eles circulavam pela fábrica e ajudavam a todos no que fosse possível", conta o Gerente de Marketing.

Em 2012, a companhia entrou para o Guiness Book com a funcionária brasileira que permaneceu mais tempo na mesma empresa. "Dona Cida trabalhou durante 70 anos seguidos na Lorenzetti. É comum termos funcionários que fazem carreira. Eu mesmo entrei como estagiário vinte anos atrás. A empresa guarda desde a fundação a identidade de ser uma grande família e isso se reflete na nossa baixíssima taxa de funcionários que pedem demissão", diz Alexandre Tambasco.

Comentários


Inteligência Inteligência

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss