Reportagens

Publicidade
Publicidade
Marca

Mônica faz 50 anos renovada e digital

Mauricio de Sousa Produções investe R$ 5 milhões em ações para celebrar a data, como eventos e parcerias, e se adequa às novas gerações com conteúdo online

Por Ana Paula Hinz - 12/04/2013

Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Mauricio de Sousa ProduçõesA Mauricio de Sousa Produções comemora os 50 anos de existência da personagem Mônica com um investimento de R$ 5 milhões em iniciativas que ocorrem ao longo de 2013. As ações, que vão de lançamento de produtos à criação de um novo site, marcam uma fase de renovação. Além de terem os adultos como um dos público em foco, as iniciativas visam a maior convergência da empresa com o meio digital e têm o intuito de divulgar a amplitude do trabalho que o estúdio desenvolve.

Hoje a MSP é a maior empresa em licenciamento no país, com mais de 2.500 produtos de 100 companhias. Além disso, conquistou aproximadamente 86% do mercado brasileiro na área de quadrinhos infanto-juvenis nas bancas e tem uma média de um milhão de exemplares vendidos ao ano em livrarias. Os negócios também incluem o mercado internacional. Recentemente, por exemplo, o personagem Neymar Jr, inspirado no jogador do Santos, foi lançado para expandir as oportunidades.

Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Mauricio de Sousa ProduçõesA meta do departamento comercial, porém, é ir mais longe e crescer 20% até março de 2014. A projeção vem da crença de Mônica de Sousa, filha de Mauricio de Sousa e Diretora Comercial da empresa, de que a marca ainda tem muito espaço para se expandir para fora do país e, principalmente, internamente. O que, mesmo com a forte concorrência, engloba o mercado editorial e licenciamentos. “Enfrentamos grandes companhias internacionais que chegam com um caminhão de dinheiro e várias iniciativas, então a nossa briga é intensa e diária”, explica a executiva, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Força da personagem e uso em licenciamentos
A expectativa de crescimento é um reflexo da força que a figura Mônica alcançou ao longo dos anos. Apesar de ter surgido em 1963 em uma tira de jornal do Cebolinha, ganhou sua própria revista em 1970 e se tornou a principal criação de Mauricio de Sousa, sendo publicada em cerca de 50 países. Hoje é embaixadora do Unicef, do Turismo e da Cultura do Brasil e existe em diferentes versões: clássica, jovem, baby e toy, além da "ao vivo".

A menina dentuça, inspirada na própria Mônica de Sousa, também está associada a diversos produtos, assim como os demais personagens da Turma da Mônica e outras criações do desenhista. Os licenciamentos representam 90% do faturamento da empresa. Algumas parcerias duram há anos, como com o extrato de tomate Elefante, atualmente da Cargill, que carrega a imagem do elefante verde Jotalhão, e as maçãs Turma da Mônica, pertencente ao Grupo Fisher.Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Mauricio de Sousa Produções

Uma das mais importantes relações comerciais é com a Kimberly-Clark, que usa a associação com figuras como Mônica, Magali, Cebolinha e Cascão para aproximar a marca infantil Huggies das consumidoras brasileiras.A linha Turma da Mônica da companhia representa hoje 40% do portfólio voltado para crianças e o Brasil é o único país em que, além dos personagens da Disney, Huggies também explora a imagem de personagens nacionais. “Ao contrário de muitos licenciados do mercado, que são bastante sazonais, enxergamos que a Turma da Mônica tem solidez e apostamos nisso”, avalia Ornella Guzzo, Gerente da marca Huggies Turma da Mônica, da Kimberly-Clark, em entrevista ao portal.

Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Mauricio de Sousa ProduçõesValores e parcerias
Além dos infantis, a empresa de origem americana lançou recentemente a linha de cuidados pessoais Turma da Mônica Jovem, composta por itens de nove categorias, como shampoo, desodorante e colônia. Com isso, são 93 produtos da Kimberly-Clark explorando marcas da MSP. “A Turma da Mônica é popular, transitando entre diferentes classes, e também é reconhecida por várias gerações. Por isso, agrega muito em termos de awareness, de reconhecimento por parte do consumidor e vínculo emocional", destaca Ornella Guzzo.

Os valores da marca da Mauricio de Sousa Produções foram o motivo principal que levou o Giraffas a ter interesse em uma parceria com a Turma da Mônica. Atributos como brasilidade e preocupação com hábitos saudáveis a aproximam da rede de restaurantes. “Estamos assumindo mais do que nunca a saudabilidade através da diversão como parte das nossas estratégias e dentro de um dos objetivos da Maurício de Sousa Produções está a educação através da diversão”, comenta Ricardo Guerra, Diretor de Marketing do Giraffas, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Em março, o GiraPratos, refeição voltada para o público infantil, composta de feijão, arroz e filé, trouxe como brinde um porta-pratos ilustrado pelos personagens e, já nas primeiras semanas, gerou um aumento de 35% na venda da linha. “O que mais me orgulha dessa parceria é a similaridade de pensamento e por meio dela ainda conseguimos nos diferenciar e estimular um resultado também no aspecto financeiro”, opina Ricardo Guerra.

Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Comemoração do cinquentenário
A iniciativa do Giraffas faz parte da celebração dos 50 anos da Mônica e deve se estender ao longo do ano. Assim como a rede, marcas de outros setores também estão envolvidas na comemoração, como a Amor aos Pedaços, o Cartoon Network, a Cinemark, a Nissin e a editora Panini. Entre as várias ações estão o lançamento de produtos com o aniversário como tema ou com embalagens comemorativas e desenhos, filmes e vinhetas especiais.

Além disso, alguns produtos estão sendo relançados, como a primeira boneca da Mônica, comercializada pela Troll no final da década de 1960, e alguns eventos vão ocorrer ao longo de 2013, como exposições, o espetáculo Mônica Mundi, a remontagem da peça Mônica e Cebolinha no Mundo de Romeu e Julieta e o desfile Mônica 50 anos.

O ano também marca a primeira ação criada pela Maurício de Sousa Produções voltada para o setor supermercadista. Junto com a Kimberly-Clark, o estúdio montará a Casa da Mônica para visitação de famílias e seu interior contará com uma figura da personagem para as crianças tirarem fotos. “A maioria das empresas parceiras fazem ações de varejo, mas nunca a Mauricio de Sousa. Agora queremos investir nisso junto com os nossos concessionários”, avalia Mônica de Sousa.

Giraffas,Kimberly-Clark,huggies,mônica,Turma da Mônica,Mauricio de Sousa ProduçõesInvestimento digital
Apesar de o faturamento ser um resultado esperado da extensa campanha, o investimento de R$ 5 milhões em tantas ações tem o objetivo principal de divulgar a força da Mauricio de Sousa Produções e a popularidade de seus personagens. “Queremos mostrar que uma empresa de um artista nacional conseguiu estar há mais de 50 anos em um lugar de conquista. Cada vez mais quero demonstrar a dimensão do nosso trabalho”, destaca a Diretora Comercial da Maurício de Sousa Produções.

O ano também pontua uma fase de renovação da marca, com, por exemplo, o lançamento da Mônica Toy, que consiste em uma versão da personagem dentuça com um humor mais ousado em filmes de 30 segundos exibidos em um horário noturno do Cartoon Network e nas mídias digitais. A aposta faz parte das iniciativas voltadas para o público adulto. Uma das principais é a venda de produtos retrôs na loja virtual Lojinha da Mônica, como canecas e camisetas. O espaço é uma forma de a Mauricio de Sousa Produções vender itens não-infantis, já que poucas empresas acreditam no licenciamento da marca para maiores de idade.

O meio digital tem sido um grande foco do estúdio. Desde o ano passado, a empresa está investindo nas mídias sociais, em aplicativos e na criação de um site que será lançado ainda este ano. Paralelamente, um estudo está sendo desenvolvido para que o conteúdo editorial também esteja disponível virtualmente.  “Queremos fazer tudo com cuidado para que as crianças não percam também o apego que têm pelo livro, que é muito importante”, explica Mônica Sousa.