Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Nestlé segue como marca mais forte do Brasil

Top 10 da Superbrands aponta três empresas do setor bancário, declínio da Coca-Cola e McDonald?s em 2º

Por | 10/12/2010

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Dentre 1,2 mil marcas no Brasil, a mais forte delas ainda é a Nestlé. O McDonald´s, talvez pelas comidas saudáveis que passou a oferecer, é a segunda da lista das 500 marcas mais fortes do país segundo a Superbrands Brasil. A sexta edição do estudo - e do livro - mostra que a economia brasileira ajudou para que mais de uma marca de banco dividissem o Top 10 pela primeira vez e que a poderosa Coca-Cola descesse duas posições em um ano.

Apesar do aumento da força de marca, algumas empresas deixam a desejar em serviços e, por isso, perderam espaço para as que surgem que, por méritos, ganham a preferência do consumidor pela inovação. A última lista da Superbrands continha a marca do Bradesco como a única dentre as instituições financeiras. Hoje em sexto lugar, o banco está junto com Itaú e Banco do Brasil entre as dez mais fortes.

A explicação é que durante a crise financeira de 2008 os bancos se mantiveram firme e isto reflete em segurança e planejamento bem executado, o que a deixa forte aos olhos do consumidor. Por outro lado, o que originou o declínio na marca de grandes corporações é o mérito das que chegaram. "O desempenho é relativo. A Coca-Cola é forte, mas é madura e tem pouca alteração em sua performance", diz Gilson Nunes sócio-CEO da Superbrands no Brasil, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Fortalecimento em números
Entre 2009 e 2010, a marca com maior aumento no índice de força foi o Walmart, com 24%. A Petrobras é a segunda e o Bradesco ocupa a 11ª posição, com 18% e 12%, respectivamente. Em contrapartida, o setor bancário aparece mais uma vez em destaque por conta da perda de 25% na força da marca Unibanco, dado que deve ser festejado pelo departamento de Marketing do Itaú, já que a intenção da fusão é "matar" a primeira marca.

O McDonald´s parece ter descoberto a receita certa para ganhar espaço. Ao investir no posicionamento de restaurante, a rede segue ganhando posições no ranking. "A mudança no portfólio de produtos, a introdução de lanches mais saudáveis estão juntas ao novo modelo de gestão com franqueados", conta Nunes, referindo-se ao episódio em que um franqueado teve que fechar a loja e, por isso, escreveu palavrões na fachada. "Houve um desgaste grande com a rede de franqueados", lembra.

A avaliação das marcas foi feita com base em padrões de governança, gestão estratégica e econômica, posicionamento, qualidade, lealdade, satisfação, imagem, desempenho no ponto de venda, distribuição, entrega, relacionamento, valor agregado, pós-venda, assistência técnica e produtos/serviços. "Para que uma marca seja considerada forte no mercado atualmente é preciso um bom desempenho em todas essas medidas. Para nós, o segredo é a consistência", afirma o sócio-CEO da Superbrands.

Razões para a queda
A Sony não aparece no ranking das 10 mais fortes de 2010, mas ocupava o quarto lugar no ano passado. "Hoje ela está entre as 20, o que também aconteceu com a Toyota e com outras marcas que tiveram problemas de mercado em alguns segmentos. A Sony vem perdendo força porque tem outras marcas mais agressivas também", acredita. Além do bom desempenho de outras companhias, o que determina a perda da credibilidade com o brasileiro é o desempenho dos serviços oferecidos.

Os lucros das empresas não refletem em investimento em pós-venda, atendimento ao cliente, melhores canais de venda e distribuição. "No setor automotivo, apesar do crescimento, a assistência técnica não era condizente. O investimento em estrutura não acompanhou as vendas e isto gera a perda de confiança por parte do público", completa Gilson Nunes.


Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss