Reportagens

Publicidade
Publicidade
Digital

O futuro do Marketing de Conteúdo

Debate durante o RD Summit reuniu referências nacionais e especialista em Growth Hacking para analisar o rumo que a produção de conteúdo poderá tomar em um curto período de tempo

Por Cláudio Martins - 06/11/2019

Definir o futuro do conteúdo é uma tarefa que precisa levar em conta diversos players em um cenário. Por um lado, a Inteligência Artificial começa a dar os primeiros passos dentro desse processo, criando e até sugerindo conteúdo customizado para o consumidor. Por outro, a multiplicidade de novos canais pode assustar o estrategista. Afinal, em qual canal apostar para ter mais sucesso?

O tema foi debatido em um painel durante este primeiro dia do RD Summit 2019, em uma conversa dirigida por Flaubi Farias, Head de Conteúdo da Resultados Digitais, com a presença de Vitor Peçanha, CMO da Rock Content, Rafael Rez, fundador da Web Estratégia e autor do livro Marketing de Conteúdo: A moeda do Século XXI, e Hale Schneider, Head de Growth Marketing da GrowthHackers.

Para Rafael, os algoritmos estão diminuindo cada vez mais nossas oportunidades de escolha. “Antes, nós tínhamos na linha de frente os ‘gatekeepers’, os jornalistas que produziam o conteúdo e filtravam o que iria ou não para o ar. Hoje, quem ocupa esse papel são os algoritmos, que em uma tentativa máxima de personalização, estão diminuindo o poder de escolha” critica o especialista.

Apesar da crítica, Vitor Peçanha, da Rock Content, acredita que os dados e a análise sobre o comportamento do consumidor ajudam o conteúdo a se tornar mais assertivo, mas isso não é suficiente para alcançar o consumidor. “Por mais que o conteúdo seja moldado por esse conjunto de informações e técnicas o investimento em Branding e na criação de um identidade própria se faz cada vez mais necessário em um universo com alta profusão e saturação de conteúdo” ressalta. 

Profusão de canais

Um dos pontos altos do debate e dúvida de muitos gestores de conteúdo é a questão dos canais. Com a disponibilidade de várias plataformas, o estrategista de conteúdo pode ficar confuso na hora de escolher o canal adequado para alcançar seu objetivo. Contudo, segundo Rafael Rez, a qualidade deve ser priorizada em relação à quantidade. “Hoje, a partir da gravação de um podcast, você pode ter conteúdo para vídeo, para áudio, para texto, impresso, etc. O mais importante é que você produzir um material de qualidade”, explica.

Para o criador da maior comunidade de Growth Hacking do mundo, Hale Schneider, uma tecnologia recente que vem se expandindo e não pode ser deixada de lado é o reconhecimento de voz, que inspiraram a desenvolvimento de soluções como Google Assistant e Alexa, da Amazon. “Todo conteúdo deve ser otimizado para voz daqui para frente” diz o especialista, que defende ainda que o conteúdo não deve ser uma ‘ilha’ dentro da empresa, mas estar conectado a todos os outros setores.

Outro detalhe que deve ser acompanhado de perto é a evolução dos canais de distribuição. Um exemplo claro é o áudio, dado como morto por muitos no formato dos podcasts, mas que ressurgiram completamente ressignificados em um novo contexto, atendo o consumidor no momento em que ele deseja.

Habilidades do profissional de conteúdo do futuro

Um questionamento levantado durante o debate foi sobre quais as habilidades os  profissionais de conteúdo precisam desenvolver para se manterem em um mercado onde já competem com máquinas inteligentes capazes de produzir artigos mais simples, por exemplo.

Umas das dúvidas presentes na mesa redonda foi a divisão de competências e responsabilidades sobre a produção e distribuição do conteúdo. Embora hajam configurações mistas no mercado, com profissionais produzindo e distribuindo, ou distribuindo ou apenas produzindo, é importante que ele tenha conhecimento sobre ambas as frentes, mesmo que no momento, não esteja desenvolvendo aquela atividade. Dessa forma, ele se mantém a par do processo por completo e pode explorar oportunidades para otimizar aquele conteúdo. 

Continue acompanhando também a cobertura do RD Summit pelo canal oficial do evento neste link.