Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Santander lança fintech com menos de 100 pessoas e quer ser disruptiva

Superdigital surge a partir de cocriação, muda o modelo de cobrança de taxas por assinatura e permite o compartilhamento de dinheiro como se fosse mensagens via WhatsApp

Por | 09/05/2017

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Ezequiel Archiprete, CEO da SuperdigitalNinguém tem dúvidas de que o mundo está mudado e as pessoas possuem demandas muito complexas (e ao mesmo tempo buscando simplificar a vida). A grande mudança esperada é por parte das organizações. Aos poucos elas vão entendendo a necessidade de se reinventar e, quando colocam o pé na transformação digital, podem produzir grandes inovações. Ainda é cedo para dizer, mas quando uma companhia como o Santander, com 47 mil funcionários no Brasil, investe milhões de reais em uma fintech - as celebradas startups do mercado financeiro - com menos de 100 funcionários e coloca na rua uma carteira digital cocriada do zero com influenciadores digitais em seis meses, algo diferente começa a acontecer.

A aposta do banco espanhol no Brasil responde pelo nome de Superdigital, fintech adquirida pela organização no ano passado e que absorveu a ContaDigital. Pelo aplicativo, disponível para IOS e Android, é possível pagar e rachar contas, fazer transferência via chat e ainda ter um cartão pré-pago. Mesmo quem não possui cadastro em nenhum banco pode carregar a sua conta digital em terminais de autoatendimento e as transações podem ser feitas em qualquer instituição financeira, além de conversão para 10 moedas.

Ao contrário de taxas, até porque a Superdigital não é um banco, o APP cobra uma assinatura individual mensal de R$ 7,90 e de R$ 11,90 familiar somente quando o cliente ultrapassa valores acima de R$ 200,00. Se em algum mês não houver transação, não há cobrança. Ou seja, para rachar a pizza ou fazer uma vaquinha para o churrasco, os usuários podem utilizar a Superdigital de graça. Tudo isso em comunidade, de pessoas para pessoas, pois o aplicativo se integra com a lista de contatos do cliente. "Funciona como um Whatsapp para troca de dinheiro", explica Ezequiel Archiprete, CEO da Superdigital.

Por ter herdado a base de clientes do Santander que utilizavam a Conta Digital, a startup - que funciona em um prédio separado, mas próximo ao banco em São Paulo - começa a operação com um milhão de pessoas. A meta, no entanto, é chegar a 10 milhões em cinco anos e atingir o break even em 12 meses. Mas não são apenas os números e os prazos que chamam atenção neste projeto e, sim, a cultura implementada para a modelagem e lançamento do negócio.

As pesquisas, os engenheiros e gerentes de produtos deram lugar aos influenciadores digitais e aos especialistas em áreas multifacetadas. Eles foram chamados para dois workshops no Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro. Lá, nomes como Iberê Thenório, Maurício Cid, Nina Secrets, Leon e Nilce avaliaram, fizeram críticas e sugestões de um primeiro protótipo do Superdigital em um primeiro encontro.

Com os insights, também avaliados por uma base de funcionários do Santander, o APP ganhou um segundo protótipo, igualmente testado pelo time de conselheiros inovadores. "A forma de desenvolver esse produto foi totalmente diferenciada", conta Ezequiel Archiprete. "Uma grande comunidade participou e cocriou junto desde o planejamento estratégico até a comunicação", explica o CEO.

A marca da Superdigital foi desenvolvida pela FutureBrand. Já a campanha foi elaborada pela Agência3, além da contribuição de todos os envolvidos. Ao todo, foram analisados três modelos de campanhas diferentes, essencialmente focados nos early adopters entre 25 e 35 anos. Apesar de o maior investimento estar em tecnologia, cerca de 25% dele foi para a área de Marketing e outros 25% em pessoas. 

 

 





Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss