Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Como os dados e a tecnologia impactarão o Marketing em 2017

No Brasil, ainda são poucos os profissionais que estão atentos a esse movimento e que estão aptos a atuarem com algumas ferramentas. Veja quatro tendências que ganharão força

Por | 26/01/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Nunca foi tão fácil entender o consumidor, no entanto, nunca foi tão difícil conquistá-lo. Em uma era marcada pela hiperconectividade, os rastros digitais se transformam em dados primorosos capazes de serem decisivos para a eficiência de uma estratégia de Marketing. Com o volume infinito de informações, principalmente se considerar a combinação desses dados, somente com o auxílio da inteligência artificial será possível transformá-los em conhecimento. 

A tecnologia já se uniu ao Marketing formando o acrônimo Martech, que apesar de na prática fazer parte da realidade de muitos departamentos com o uso de algumas ferramentas, ainda é desconhecido pela maioria dos profissionais de Marketing no Brasil, o que é extremamente preocupante.  Afinal, esses recursos promovem insights poderosos para prever e ativar vendas

Veja quatro tendências que começarão a se consolidar neste ano e que devem ser levadas em consideração por profissionais que querem estar na vanguarda. 

1 - Dados serão a chave para o alinhamento entre os departamentos
Mais do que nunca os dados estarão nos centros das atividades de Marketing. Em uma sociedade cada vez mais conectada e digital as informações captadas se tornam um conteúdo primoroso para entender o que o consumidor busca e quais passos podem ser dados para conquistá-lo. Essas informações validam as ações e os objetivos do departamento de Marketing, mas também tornam os profissionais mais responsáveis pelos objetivos gerais da empresa.

No entanto, não bastam apenas os gestores de Marketing se apropriarem dessas informações para desenvolver suas ações. As equipes de vendas também devem se apropriar desses dados de clientes e prospects e aliar suas estratégias a fim de serem mais eficientes. Mais do que nunca, o trabalhado integrado entre todos os departamentos das empresas será fundamental para a garantia do sucesso das ações. 

2. B2B e B2C unirão mais estratégias analíticas 
Os CMOs deverão ser cada vez mais analíticos, independente se a organização comercializa para os consumidores ou para as empresas. Essa característica, inclusive, está se tornando cada vez mais comum e não por acaso profissionais de áreas como Engenharia e Estatística estão se transformando em aliados do Marketing. Se no passado as empresas não tinham capacidade de combinar os seus diferentes conjuntos de dados, hoje a realidade é outra. 

Os profissionais de Marketing podem agora rastrear dados e insights ao longo de toda a jornada do cliente, o que ajuda a melhorar os processos de vendas. Para alcançar o sucesso, os CMOs precisam entender todos os caminhos que a jornada do consumidor pode seguir. Para os comerciantes B2B, é fundamental estar ciente das estratégias de engajamento que são bem sucedidos para os comerciantes B2C. Para os comerciantes direcionados aos consumidores, é importante manter o funil de vendas, estratégias de gerenciamento de prospectos e pontos de contato do comprador que orientam os comerciantes B2B em mente. 

À medida que os clientes se tornam mais experientes, a capacidade de mapear as ofertas de sua empresa às necessidades do shopper nunca foi tão crítica. O gestor deve ser capaz de avaliar com precisão e acompanhar o conteúdo que executa bem em todo o funil de vendas para ter certeza de entregar materiais envolventes a partir do momento em que os clientes potenciais descobrem a sua empresa através de suas primeiras compras. Isto é verdadeiro para comerciantes de B2B e de B2C igualmente.

3. Martech ganha mais força
Como as companhias estão mais focadas em reduzir custos e ampliar a receita, a visão unificadas de todas as informações será cada vez mais exigida, o que leva diretamente a insights mais precisos. Com isso, surge a necessidade de ecossistemas mais robustos e conectados capazes de compilar os dados, fazendo com que as ferramentas seja mais eficientes e muito mais eficazes. Naturalmente, a maioria dos profissionais ainda terá sistemas de automação de marketing e CRM separados, mas a duplicação de outros softwares diminuirá significativamente, pois os gestõres exigirão um controle mais centralizado dos dados dos clientes.

Isso garantirá muitos benefícios. Menos ferramentas equivalem a menos relatórios diferentes. Além disso, cada departamento será capaz de basear as decisões sobre os mesmos dados, que tem muitos benefícios, incluindo redução de custos e impacto no crescimento da receita. A chave para tornar essa consolidação suave e bem-sucedida é certificar-se de que os departamentos tenham objetivos compartilhados e escolha tecnologia capaz de suportar esses objetivos.

4. Integração entre CMO e CIO
Que a tecnologia ganhou grande espaço no processo de formulação e decisão das estratégias de Marketing não há mais dúvida. Este ano servirá para consolidar ainda mais essa união, mas essa integração não acontecerá por conta própria, é preciso que haja uma integração entre os departamentos. Por isso, diretores de Marketing (CMO) e diretores de Informação (CIO) deverão trabalhar juntos para que isso aconteça. Conseguir que uma visão consolidada de suas informações de cliente requer que TI, Marketing e até mesmo vendas e outros departamentos se reúnam para garantir que o conjunto de dados comum é exatamente o que cada grupo precisa para ter sucesso. 

Uma vez que um conjunto de dados comum é alcançado, os departamentos também precisam se alinhar em torno de um conjunto comum de métricas e estratégias para que cada grupo esteja trabalhando para os mesmos objetivos. Com esta consolidação e colaboração, não será nenhuma surpresa se o papel do CMO passar a mudar rapidamente. Com o Martech se consolidando e uma visão dos dados de uma empresa, as informações podem ser mapeadas com precisão e usadas para acelerar o processo de vendas. Os CMOs devem ser capazes de dirigir esses esforços e para isso eles terão que ser extremamente cientes de todos os passos na trajetória de compra e como cada um afeta o processo de Marketing.

Saiba mais sobre Tecnologia no Marketing em estudo exclusivo e gratuito sobre o tema.

 

Conteúdo de Acesso Premium Para continuar tendo acesso a esse e outros conteúdos exclusivos, faça sua assinatura.
  • Conheça diferentes perfis de consumo
  • Desenvolva embasamentos para suas campanhas
  • Otimize sua gestão de Marketing
  • Projete cenários para o seu negócio
  • Descubra potenciais de mercado
  • Tome decisões mais assertivas

Já é premium/cadastrado?
Faça o login para ver o conteúdo:

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2017. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss