Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Snapchat: por que é importante sua marca estar nele

Rede social é a nova queridinha do momento pelo público jovem, pertencente à geração dos Millennials. APP mostra como as empresas devem pensar suas ações daqui pra frente

Por | 16/06/2016

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Fábio Ricotta, Cofundador da Agência Mestre e especialista em Inbound MarketingAs redes sociais se tornaram um lugar nada confortável para muitas marcas atuarem, seja por anúncios ou páginas próprias. Todos os dias novas ferramentas são lançadas, mas quando o formato de uma delas surge com uma característica inovadora para os preceitos de Marketing, os gestores tem um novo desafio pela frente. É o que acontece com o Snapchat, que nos últimos 12 meses fez com que as empresas se desdobrassem em criatividade para atraírem o interesse dos jovens consumidores.

Formado basicamente pelo público de 13 a 34 anos, o aplicativo ganhou o coração dos adolescentes e configura entre a segunda rede mais acessada por meninos e meninas de 13 a 16 anos e a terceira entre quem possui entre 18 e 34 anos, segundo pesquisa da Comscore. Com 32% de envolvimento entre os jovens, o aplicativo fica atrás somente do Facebook, com 75,6% e do Instagram, com 43,1%. O APP do fantasminha fica à frente do Twitter, Pinterest, Google+ e Tumblr.

Tanta popularidade faz com que as marcas corram para estar onde há audiência, mas muitas ainda sequer sabem como e com quem falar. "Diferente de outras ferramentas, essa não permite uma publicidade tradicional, é preciso vender sem falar em venda. O produto ou serviço é coadjuvante, o que deve ser mostrado são os bastidores, ou seja, como é feito, maneiras de usar ou inserindo em uma conversa natural. O público que acessa essa rede já vem com um bloqueio contra empresas, então tem que saber conquistar o seguidor", conta Fábio Ricotta, Cofundador da Agência Mestre e especialista em Inbound Marketing, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Desafios
As publicações no Snapchat são apagadas todos os dias automaticamente e esse se torna o grande atrativo do aplicativo. Em um momento em que internautas se questionam sobre a internet ser um grande baú, a ferramenta permite que tudo soe de maneira mais leve e despretensiosa. Além disso, a tendência por conteúdos que mostram o dia a dia faz desse meio um grande reality show capaz de influenciar seus espectadores.

Com isso, as empresas se veem desafiadas a construírem histórias sempre atrativas em suas publicações ou trabalharem sua imagem junto aos influenciadores desta rede. "O imediatismo do Snapchat muda a forma de comunicação das empresas com os consumidores. É algo mais ágil que Twitter, por exemplo. Quem não souber seguir esse ritmo será engolido pelo concorrente, já que os jovens buscam marcas que acompanham suas vidas", conta Fábio.

Considerando que a população brasileira está envelhecendo, os protagonistas em estudos de consumo passam a ser as gerações "Millennials" e "Z", justamente o público que acessa o aplicativo. Essa turma quer cada vez mais simplificar o processo e acelerar as respostas - 10 minutos é o tempo que eles julgam suficiente para ter uma resposta quando interagem com alguma marca, por exemplo, segundo a pesquisa Connected Life 2016, da TNS Brasil.

De acordo com o estudo, entre os pesquisados há claramente um compartilhamento de atenção entre TV e rede social em horário nobre e quem sabe aproveitar a oportunidade consegue conversão em compras. "O mesmo público que consome conteúdo na ferramenta também a publica comentando o que está fazendo no momento. Cabe às empresas se aproveitarem dessa integração de mídias", pontua Fábio Ricotta.

Celso Fortes, Diretor executivo da agência Novos ElementosFrequência
Diferente de outras redes sociais em que um conteúdo era trabalhado para ter a melhor apresentação, no Snapchat a espontaneidade dita o ritmo dos posts. Ainda assim, não é qualquer coisa que se deve ser publicada ou a qualquer momento. "Apesar de despojada, não é bom para uma marca arriscar sua reputação. É bom ter em mente o que publicará. Para quem está começando sugiro três snaps por dia - de manhã, à tarde e à noite", conta Fábio.

A linha do tempo da ferramenta prioriza quem foi o último a publicar, por isso o usuário não deve ficar muito tempo ausente da rede. A máxima "Só é lembrado quem é visto" é presente no aplicativo. Um bom dia ou boa noite, por exemplo, faz com que o internauta saiba que o perfil está ativo. Se a comunicação for feita de maneira criativa, a tendência é gerar um boca a boca natural que fará a marca ser procurada.

Se parece complicado para uma empresa pensar em estratégias em uma conta própria, os influenciadores digitais podem ajudar. "As celebridades têm recebido muitas ofertas de marcas que querem atuar no Snapchat, porque postam suas rotinas e os fãs querem participar da vida deles. É menos trabalhoso para elas fazer uma inserção quando há uma campanha em andamento do que alimentar um perfil e o retorno é certo", conta Celso Fortes, Diretor executivo da agência Novos Elementos, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Evelyn Regly, blogueira, youtuber e usuária de SnapchatUso de influenciadores
Usuária de diversas redes sociais e youtuber de sucesso, Evelyn Regly credita à sua espontaneidade ao crescimento de sua influência na internet. Com quase dois milhões de seguidores no Youtube e no Instagram, a carioca aborda temas do cotidiano e até polêmicos utilizando do humor. Mesmo nas ações comerciais, o tom da jovem mantem-se igual o que agrada ao público e marcas. "Não finjo ser o que não sou e nem procuro falar de uma forma diferente da que eu falaria normalmente, isso faz dos posts algo mais leve do que já são no Snapchat. Costumamos pensar que por ali ser deletado não precisamos levar em consideração, mas é um trabalho e precisamos encarar como tal", afirma Evelyn Regly, blogueira, youtuber e usuária de Snapchat, em entrevista ao Mundo do Marketing.

A parceria entre empresas e influenciadores esbarra em uma situação delicada: ainda não há uma ferramenta oficial que reúna e mensure as métricas dos snaps, por isso a confiança na escolha do perfil tem que vir em primeiro lugar. "Quem já faz sucesso em outras redes tende a ter o mesmo sucesso no aplicativo, por isso as marcas buscam esses nomes quando querem realizar ações", conta Celso.

Democrática, a ferramenta pode abrir caminhos para pequenos, médios e grandes empreendedores. "Faço parcerias com todo tipo de negócio, basta que eu me identifique. Nem escolho apenas aquele que paga por anúncio, mas quem faz um bom trabalho e eu curto, acabo falando sobre ele, mas é preciso que a empresa tenha uma história por trás de seu produto, até mesmo para que eu possa falar dela", conta Evelyn.

O potencial do mercado de Influenciadores Digitais é tema de estudo publicado no Mundo do Marketing Inteligência. Conteúdo exclusivo para assinantes.





Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss