Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Publicidade

Tecnisa terá portal para reunir ideias de consumidores

Construtora se inspira na Starbucks, na Dell e na Fiat para ter a colaboração de seus clientes

Por | 22/09/2009

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A Tecnisa está finalizando o seu portal de ideias para ir ao ar. O projeto de reunir sugestões de consumidores on-line e colocar as melhores em pratica é uma inspiração no Starbucks Idea, da rede de cafeterias Starbucks, e no Ideastorm, da Dell. A Tecnisa será a segunda empresa no Brasil a ter uma comunidade aberta que busca inovação em produtos e serviços. A primeira foi a Fiat.

A montadora lançou o seu projeto há um mês e já colheu quase seis mil sugestões para a construção do carro conceito Fiat Mio. Os internautas indicam suas preferências sobre questões como propulsão, segurança, design e materiais utilizados para a construção do modelo a ser lançado daqui a um ano.

A Starbucks é o maior caso de sucesso do chamado open inovation. Até hoje, a rede já recebeu mais de 76 mil sugestões de clientes. Um pouco mais de 300 ideias foram implementadas. A Dell também tem mais de três centenas de ações realizadas a partir de mais de 12 mil sugestões. O objetivo da construtora paulista também é o de dar voz aos seus clientes, mas busca continuar o relacionamento virtual que mantém por meio de dezenas de pontos de contatos on-line, como chat com vídeo e blog corporativo.

Complemento das redes sociais
O Tecnisa Ideias já vem sendo amadurecido há algum tempo pela empresa. "Fizemos um teste no Orkut e o resultado foi muito bom. O internauta brasileiro é muito influenciador. Ele colabora, articula, critica", afirma Romeo Busarello (foto), Diretor de Marketing da Tecnisa. "Quando você acha que tem resposta para tudo, vem o cliente e muda a pergunta. Você faz, faz, e às vezes o cliente não está satisfeito", completa. O portal de ideias, portanto, é uma solução para este problema.

A contribuição dos consumidores on-line se juntará a uma série de inovações já feitas pela construtora, a primeira a entrar e a que puxou o bonde das empresas para sair do Second Life. Foi um erro? "O que ganhamos de exposição de marca na época foi espetacular. Investimos R$ 35 mil e vendemos duas unidades pelo Second Life", responde Busarello. "Repetir é preciso. Inovar não é preciso. Quando se repete as coisas, você tem precisão no resultado. Inovar requer ousadia", aponta.

O Tecnisa Ideias ajudará a área de projetos da construtora que vende 30% de seus apartamentos pela internet. O projeto pode até mudar uma tendência do setor. "O mercado imobiliário está muito próximo ao da moda. As tendências estão muito dinâmicas. Você concebe um projeto hoje e ele já está dando sinais de obsolescência quando vai entregar daqui a quatro ou cinco anos", explica Busarello.

O futuro é agora
Os apartamentos entregues hoje têm churrasqueira e alguns home office, mas agora a tendência é ter uma área gourmet, com a varanda integrada com a cozinha. Home office não faz mais sentido em um mundo repleto de notebooks e de pessoas com o desejo de deixar o trabalho no seu lugar. Fazer projetos a médio e longo prazo, é cada vez mais desafiador.

"No futuro os nossos prédios não terão mais guaritas. As pessoas falarão com uma TV de LCD que dará autorização para entrar. Não teremos mais o Zé na portaria, três turnos, que onera o condomínio. Isso vai acontecer em 2012, 2013", aponta. "É um mundo louco que nós, profissionais de Marketing, temos que estar atentos", completa o Diretor de Marketing da Tecnisa.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss