Quem disse, Berenice? reforça liberdade na maquiagem 9 de setembro de 2015

Quem disse, Berenice? reforça liberdade na maquiagem

         

Marca incentiva questionamento sobre a livre escolha na campanha “não é pra mim”, que traz vídeo buscando a quebra de paradigmas e a distribuição de produtos

Publicidade

Para incentivar o questionamento sobre a liberdade de escolhas na vida, a Quem disse, Berenice? desenvolveu uma ação para encorajar as mulheres a riscarem definitivamente todos os “nãos” que não fazem sentido em suas vidas. A iniciativa busca mostrar que é possível se libertar do “não é pra mim”, experimentando maquiagens e comportamentos diferentes, como usar ou não batom vermelho ou uma roupa curta.

Para difundir esse pensamento, a marca lançou um filme em que são abordadas situações como “ser chefe não é pra mim”, “comprar camisinha não é pra mim” e “batom vermelho não é pra mim”. Além de falar nas atitudes, a campanha incentiva a quebra das mais famosas regras de maquiagem, mostrando que batom vermelho, olhos esfumados e lápis coloridos são pra todas as mulheres, de qualquer idade, desde que assim o queiram.

Como forma de incentivar essa mudança de paradigmas, a empresa ofereceu cupons para a retirada gratuita de batons vermelhos, lápis de olho e sombras escuras nas lojas físicas da rede. A promoção foi feita por meio de um hotsite, lançado no dia primeiro de setembro, que recebia as inscrições das interessadas. Foram distribuídos quase 266 mil prêmios.

Assista ao filme abaixo:


Publicidade