Perfumarias e cosmética natural crescem no país 8 de setembro de 2015

Perfumarias e cosmética natural crescem no país

         

Setor registra alta de dois dígitos (11%) em 2014

Publicidade

Oi pessoal,

Hoje falarei um pouco sobre o setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (HPPC), no qual tive o prazer de fazer trabalhos incríveis tanto para grandes marcas globais, como para marcas regionais em franca expansão nacional.

Ano passado, o setor teve faturamento de R$ 101,7 bilhões, segundo a ABIHPEC, com um crescimento de dois dígitos (11%) em relação a 2013. Possui um papel cada vez mais fundamental na economia brasileira, já representando quase 2% do PIB, sendo o terceiro maior mercado mundial de cosméticos e produtos ligados à beleza. Se considerarmos apenas produtos para cabelos, já somos o segundo maior mercado no mundo. Impulsionado pelas categorias de condicionadores, colorantes e xampu, que juntos representam 90% do segmento de cabelos, o país faturou R$ 21,2 bilhões em 2014 na categoria hair, também crescendo 11% frente a 2013.

Depois de passar alguns anos rodando perfumarias por todo o Brasil, percebemos uma visível evolução, quantitativa e qualitativa. As perfumarias, que incialmente eram direcionadas aos profissionais de salão de beleza, expandiram seu conceito para consumidores, ou melhor, consumidoras finais. Muitas dessas lojas oferecem cartão fidelidade que premia a shopper com brindes, oferecem ações de compre e aplique, cursos e algumas até inseriram em seus negócios a oferta de serviços em salões de beleza. Neste ponto vale evidenciar que muitas vezes o motivo de criarem os salões é poderem comprar e, consequentemente, vender as marcas profissionais exclusivas para salão.

Minissalão de beleza localizada no fundo da perfumaria Sol, de Icaraí (Niterói)

Nesse canal, proliferam marcas nacionais, que trabalham com o conceito de cosmética natural, algumas regionalizadas e outras que já estão com uma cobertura nacional e crescem avassaladoramente, deixando as marcas tradicionais e globalizadas perplexas diante de sua agilidade comercial. A força da maioria delas está estruturada em uma ação de sell out que recompensa as promotoras em até R$ 5,00 por embalagem, mas as melhores incentivam com R$ 1,00 por produto vendido.

Publicidade

Em sua maioria, atuam por meio de distribuidores, mas existem exceções, como a paulista Acquaflora, que atua no canal direto. Duas marcas mineiras de cosmética natural que ganharam o mercado e agora possuem alcance nacional são: a Bioextratus, que tem a Fernanda Vasconcellos como garota propaganda; e a Haskell, que tem como garota propaganda a Mariana Rios, e lançou recentemente uma linha de tratamento denominada Cavalo Forte. Com o crescimento obtido pelo lançamento da linha, deixou as marcas concorrentes de “cabelos brancos”, e muitas saíram copiando seu conceito e embalagem na tentativa de frear seu crescimento.


Publicidade