Otimismo do consumidor sofre queda em junho 4 de julho de 2011

Otimismo do consumidor sofre queda em junho

         

Mesmo com o resultado, expectativa em relação ao desemprego teve maior redução no período

Publicidade

<p>O otimismo do consumidor apresentou queda no mês de junho, em relação a maio, segundo o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), da Confederação Nacional da Indústria. O INEC é composto pela a expectativa dos consumidores para inflação, renda pessoal, desemprego, compras de bens de maior valor, endividamento e situação financeira. De acordo com a pesquisa, a variação de junho apresentou um recuo de 0,3% (100,1), comparado ao mês anterior.</p> <p>Cinco componentes do índice registraram queda no período. A expectativa em relação ao desemprego teve redução de 1,2% e foi a taxa que sofreu maior diminuição no período. Já a expectativa para a inflação apresentou queda de 0,4%, enquanto situação financeira e renda pessoal sofreram redução de 0,9% e 0,4%, respectivamente. Os indicadores que apresentaram elevação foram a expectativa para a compras de bens de maior valor (0,3%) e o otimismo em relação ao endividamento (0,7%). A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 20 de junho, com 2.002 entrevistados.</p> <p style="text-align: center"><img alt="" width="500" height="298" src="/images/materias/consumidor_andando_bolsa.jpg" /></p>


Publicidade