O que você merece 24 de fevereiro de 2016

O que você merece

         

Os grandes empresários que conhecemos não ficam reclamando da crise, dos funcionários ou do clima. Eles sabem que os resultados que almejam dependem das suas próprias escolhas

Publicidade

Temos o que julgamos merecer: trabalho, dinheiro, amigos e tudo mais. Se não temos mais ou melhor, certamente decidimos que seria assim. Quase sempre, tudo que temos é fruto das nossas próprias escolhas. Harv Eker fala disso em "os segredos da mente milionária" (2006). Ele lembra que Donald Trump, o bilionário americano, já quebrou mais de uma vez. Numa dessas vezes, saiu do "nada" para se tornar bilionário novamente em apenas dois anos. O motivo é simples: Trump não se julga merecedor de milhares ou milhões de dólares. Ele se julga merecedor de bilhões e persegue isso até alcançar.

Os grandes empresários que conhecemos não ficam reclamando da crise, dos funcionários ou do clima. Eles sabem que os resultados que almejam dependem das suas próprias escolhas e acreditam que merecem muitas coisas boas. Portanto, assumem as rédeas das próprias vidas, analisam o ambiente, estabelecem metas desafiadoras, planejam ações e lideram equipes que os ajudam a alcançar seus objetivos. Se não acreditassem que merecem isso, não convenceriam as outras pessoas a seguí-los. Se não acreditassem que merecem, fracassariam.

Se nos julgarmos merecedores de indiferença e tristeza, ficaremos reclamando e lamentando. Se nos julgarmos merecedores de injustiças, decidiremos encontrar culpados desde já e os amaldiçoaremos até o fim. Por outro lado, se nos julgarmos merecedores de crescimento e prosperidade, buscaremos aprendizado e aprimoramento. Se nos julgarmos merecedores de ser felizes com aqueles que nos amam, decidiremos receber o melhor dos outros e dar o melhor de nós, agora.

Como saber se você realmente acredita que merece o melhor? É simples: verifique se tem feito por merecer. Tem estudado o suficiente? Tem planejado o suficiente? O que ainda falta fazer? Você só se manterá à frente do segundo colocado, quando se julgar merecedor do prêmio. E nesta hora, serão grandes as chances de o universo conspirar a seu favor.


Publicidade