O Inimigo Interior 25 de maio de 2010

O Inimigo Interior

         

Estratégia

Publicidade

<p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"><span style="font-family: "><img alt="" align="right" width="300" height="225" src="/images/materias/Blog%20Beth/interior2.jpg" />Michael Porter ensina que estratégia consiste em enfrentar a competição, porém ao analisar empresas percebemos que a causa de muitos erros estratégicos não está do lado de fora na ação de concorrentes, mas muito bem acomodados nos limites das organizações. O maior inimigo de muitas empresas sob muitos aspectos é ela mesma. </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"> </p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"><span style="font-family: ">Algumas desperdiçam oportunidades, perdem dinheiro e mercado, não porque o concorrente foi mais eficiente ou arrojado, e sim porque a empresa foi ineficiente. É diferente. Ou seja, não fez movimentos ou se omitiu em várias frentes, notadamente humanas (o que requer sensibilidade) e projetivas (o que requer visão, coragem e ousadia). </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"> </p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"><span style="font-family: ">Não investiu em seus recursos humanos, não contratou pessoas adequadas, não reteve seus talentos, não investiu em seus projetos, não antecipou cenários, não ousou em seus movimentos, não admitiu seus erros em tempo, não construiu uma cultura de sinergia. "Não". Muitas vezes o insucesso ancora-se em imobilismos, negativas, falta de visão e omissões. </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"> </p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; line-height: normal; margin: 0cm 0cm 0pt; mso-layout-grid-align: none"><span style="font-family: ">A empresa poderia ter se antecipado ou realizado um movimento mais arrojado, mas estava aprisionada em um presente cheio de mini-tarefas táticas que impedem a visão da floresta e que intensificam dúvidas, guerras de vaidades, lutas de poder e falta de coragem em agir ou pensar diferente. <span style="mso-spacerun: yes"> </span>Há empresas que não conseguem aprender com seus próprios erros, nem com os erros dos outros e os repetem incansavelmente. O movimento do concorrente funciona apenas como um sinalizador de que, se sua empresa não consegue olhar para dentro de forma construtiva e para frente de forma corajosa, alguém o fará. <o:p></o:p></span></p>


Publicidade