Notícias Corporativas

Estudo do grupo AD3+ mapeia perfil dos usuários de serviços financeiros na Europa e América Latina

Pesquisa realizada com 383 mil usuários apontou perfis socioeconômicos e comportamentais semelhantes nas duas regiões

Categoria: Negócio

Autor: DINO

Data de Publicação: 09/09/2019

Europa e América Latina vivem uma situação econômica bastante diferente, mas, quando o assunto é o uso de serviços financeiros pela internet, as duas regiões têm usuários com perfil semelhante. Em sua maioria têm renda familiar alta, amplo acesso à internet móvel e formação superior. Os dados foram obtidos em um estudo do grupo AD3+, empresa que oferece soluções completas em mídia digital.

A pesquisa, feita com 111 mil usuários distribuídos por oito países da América Latina e 272 mil usuários de 19 países europeus, compilou dados de pessoas que efetivamente realizaram algum tipo de ação, engajamento ou conversão em campanhas publicitárias voltadas ao segmento financeiro.

Na América Latina, 80% dos respondentes têm renda familiar entre R$ 96 mil e R$ 180 mil, contra 23% dos europeus. Entre os respondentes latino-americanos, 80% têm ensino superior completo e 96% contam com acesso à internet móvel, percentuais que são de 80% e 90% entre os europeus. Seis em cada dez latinos falam inglês, na Europa 80% dos entrevistados dominavam o idioma. Enquanto na Europa a maior parte (59%) dos usuários financeiro é do sexo masculino, na América Latina os dois gêneros consomem o serviço igualmente. Os europeus preferem os investimentos voltados à tecnologia; na América Latina, os investimentos voltados ao segmento agrícola são os mais desejados.

Se na América Latina os relacionamentos interpessoais estão entre os assuntos mais valorizados, na Europa os temas que mais despertam afinidade são relacionados a diversas modalidades esportivas. Games estão em alta em ambas as regiões, sendo praticados por 70% dos europeus e 80% dos latinos.

Para Bruno Pompeu, CEO do grupo AD3+, o estudo apresenta ao mercado informações importantes sobre o perfil de comportamento e interesse de assuntos relacionados sobre as pessoas que querem investir. "O trabalho também traz importantes contribuições ao debate sobre como a mídia digital pode ser mais eficiente construindo dados sobre o 1st e 2nd party, melhorando o entendimento, forma e momento de contato com o target", afirma ele. O estudo completo estará disponível em breve no site da empresa.

Publicado por: dino

Este conteúdo de divulgação comercial é fornecido pela empresa DINO e não é de responsabilidade do Mundo do Marketing.