Mercado de esportes de montanha ganha nova liga: WTR chega com patrocínios de diferentes marcas Bruno Mello 9 de fevereiro de 2022

Mercado de esportes de montanha ganha nova liga: WTR chega com patrocínios de diferentes marcas

         

Cerveza Patagonia, CamelBak e Omron são alguns dos nomes que apoiam categoria que vem crescendo no mundo todo

Mercado de esportes de montanha ganha nova liga: WTR chega com patrocínios de diferentes marcas
Publicidade

Uma nova liga surge no cenário de esportes de montanha. A World Trail Races (WTR), foi oficialmente apresentada ao público. A WTR nasce como uma das principais ligas de esportes outdoor da América Latina, fruto da fusão de dois circuitos, a CamelBak Mountain Race e World Trail Run. Agora, corredores e ciclistas de montanha competirão em um calendário e ranking unificados, com seis etapas já confirmadas nos estados do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais.

A primeira parada da WTR será em 19 de março, na etapa CamelBak Praias Selvagens, realizada na praia de Grumari, Rio de Janeiro, um oásis de preservação ambiental na segunda maior metrópole do país. No entanto, a estreia da WTR é resultado de oito anos de história que deram origem a nova liga, que é formada por três modalidades: Mountain Race (trail run), Bike Race (mountain bike) e Kids Race (percurso curto de corrida para crianças de 1 a 14 anos).

A chegada da WTR ao calendário de grandes eventos esportivos do Brasil reflete uma tendência global, que aponta o crescimento exponencial do ciclismo e corrida de montanha. De acordo com levantamento da Global Industry Analysts, o mercado de tênis trail movimentou US? 6,4 bi em 2020, com expectativa de chegar a US? 9.4 bi em 2027. Já o aumento de vendas de bicicletas foi 116%, em comparação com o ano anterior.

A WTR marca, portanto, um ponto de virada, que demonstra o aumento do interesse pelos esportes de montanha nos últimos anos, especialmente durante a pandemia de Covid-19. Segundo o estudo “Google Sports Study: os brasileiros e o esporte”, no período de março a outubro de 2020, as buscas por ciclismo no site subiram 44%, enquanto a plataforma Google Shopping registrou aumento de vendas de 439% relacionadas ao ciclismo e 190% à corrida. O levantamento conclui que os esportes possibilitam o retorno às ruas de forma segura, registrando 39% de aumento de praticantes de práticas esportivas durante a pandemia.

Nicho ainda em crescimento no país

Publicidade

Agora, o surgimento da nova liga promete alavancar ainda mais as modalidades de montanha no Brasil, com benefícios diretos para atletas profissionais, amadores e, especialmente, todo um ecossistema produtivo que vai desde as marcas parceiras até as comunidades locais que receberão a WTR.

Pedro Dau Mesquita, sócio diretor da 213 Sports, fala sobre o que o público e o mercado de esportes de montanha podem esperar da WTR. “Entendemos que existia uma oportunidade de criar um calendário mais constante e robusto, com alcance nacional, formando um ranking e, com isso, fomentar a participação de atletas profissionais e atrair os novos atletas amadores, além de nos aproximar das principais entidades esportivas nacionais e internacionais. O comportamento do mercado também mudou bastante. Houve um crescimento no número de praticantes de esportes ao ar livre durante a pandemia. Um êxodo das cidades pela busca da saúde e bem-estar, o que vem se refletindo na crescente busca por equipamentos, novas experiências e a vontade de competir.”

Juntas, as empresas 213 Sports e Speed Eventos Esportivos, realizaram 15 provas de corridas de montanha em 8 anos, com a participação de mais de 15 mil atletas e 50 mil espectadores. Agora, a expectativa para a WTR é receber mais de 8.500 atletas e cerca de 20 mil espectadores apenas em 2022.

Marcas de diferentes segmentos apostam na liga WTR 

A WTR nasce com 3 marcas parceiras. A liga contará com os patrocínios da Omron, companhia japonesa especializada em criar tecnologia e dispositivos relacionados à saúde e bem-estar e que dá nome às etapas de Arraial do Cabo e Minas Gerais. Da Cerveza Patagonia, estreante nas provas de montanha. Além da CamelBak, marca endêmica das modalidades e que continuará como naming de duas etapas, Praias Selvagens (Grumari) e Le Canton (Teresópolis).

“Para a Cerveza Patagonia, essa é uma forma de valorizarmos nossa origem nas montanhas”, comenta Eduardo Fernandes, gerente de marketing da cervejaria no Brasil, “estamos expandindo nossa atuação e já somos reconhecidos, inclusive, como a Cerveja da Montanha, então apoiar iniciativas como essa reforça tanto a nossa presença, como a nossa paixão pela altitude”

“Em 2016, quando idealizamos a CamelBak Mountain Race, em parceria com a 213 Sports, nosso objetivo era trazer um número cada vez maior de pessoas para a prática do Trail Run. Criamos uma prova que proporcionasse aos corredores de rua e iniciantes nas trilhas uma experiência única, motivando-os a continuar na modalidade. Nos anos seguintes, incluímos distâncias mais longas para trazermos para a prova atletas de elite e termos um evento completo, para iniciantes e experts.

Em 2022 as provas CamelBak passam a fazer parte de um projeto ainda maior. Este crescimento é fruto da dedicação de profissionais que trabalham para elevar o nível dos eventos de Trail Run e Mountain Bike no Brasil, entregando uma experiência completa para corredores e empresas que apoiam ou patrocinam o evento.” Afirma Pedro Lacaz , Senior Brand Manager da CamelBak Brasil.

Oportunidades para diferentes mercados

Mais do que reunir atletas profissionais e amadores, os esportes de montanha fazem das modalidades um estilo de vida, movimentando uma cadeia produtiva que envolve diversos setores da economia. Deste modo, a WTR vai muito além de um calendário de eventos esportivos outdoor, sendo um projeto com impacto direto e indireto em setores como o turismo, cultura, entretenimento, meio ambiente, sustentabilidade, saúde e bem-estar. Movimentando a economia local em cada região que recebe provas da liga, além do legado sócio esportivo.

Um exemplo claro deste impacto positivo e da conexão entre a liga e o mercado de turismo é que, entre as Unidades de Conservação Ambiental mais visitadas do Brasil, três delas receberão provas da WTR em 2022: Parque Natural Municipal do Grumari, Área de Proteção Ambiental de Petrópolis e Reserva Extrativista Marinha do Arraial do Cabo.

Rodrigo Isaac, Sócio Diretor da Speed Eventos Esportivos, ressalta a conexão entre esporte e ecoturismo promovida pela WTR. “Desde a criação, a WTR tem como objetivo chegar à cidades com alto potencial turístico, que possam ser exploradas através de suas montanhas, unindo cenários deslumbrantes, a percursos desafiadores tecnicamente. Assim, temos um calendário que proporciona aos participantes não apenas desempenharem em alta performance, mas novos olhares sobre praias e montanhas deslumbrantes”.

Ao participar de uma prova da WTR, o público vai além da competição, tendo contato com um mix de experiências exclusivas. Na área de largada e chegada das provas, a Arena WTR é um espaço que transcende o esporte e oferece experiências para toda a família, como food hall, lojas de parceiros, massagem e recovery para os atletas, ativações de patrocinadores, shows e confraternização pós-prova e ações socioambientais. Um dos benefícios para aqueles que pretendem competir em três ou mais etapas da liga WTR é a disponibilidade de inscrição através de season passes.

“Durante muitas décadas, os dispositivos Omron têm ajudado pessoas a monitorar sua saúde em casa. Chegamos ao Brasil em 2008 e desde então acreditamos em um modo de vida mais confiante, informado e saudável. Há alguns anos trabalhamos em parceria com a 213 Sports e eu estou muito animado por fazer parte desta nova era da plataforma WTR – que assim como a Omron está em constante evolução – para levar uma nova experiência de esportes na montanha por todo o Brasil”, pontua, Lucas Chiavenato, Gerente de Trade-Marketing da Omron Healthcare Brasil.

Leia também: Bem-estar mental do consumidor na pandemia


Publicidade