Luxo intensifica a busca por promover experiências únicas 26 de maio de 2011

Luxo intensifica a busca por promover experiências únicas

         

Fasano, Rovos Rail e MoMa entregam momentos inesquecíveis a consumidores

Publicidade
Prime Day

<p><img alt="Luxo continua a busca por promover experiências únicas" align="right" width="400" height="215" src="/images/materias/fasano(2).jpg" />Fenômenos como o da premiunização de produtos e serviços de todos os tipos de segmentos e o “masstige” – que entrega o prestígio das marcas a partir de produtos vendidos às massas – são um desafio para o Luxo. As empresas do setor precisam se reinventar para continuar entregando experiências inesquecíveis aos consumidores. Independente da área em que atuam, marcas como a brasileira Fasano, a sul-africana Rovos Rail e o Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMa, parecem ter conseguido encontrar a equação ideal.</p> <p>Quando resgatou em 1982 o restaurante Fasano, inaugurado em 1902 pelo seu bisavô, Rogério Fasano talvez não soubesse da força que a marca conquistaria, mas estava certo de uma coisa: um bom serviço é essencial. Hoje, o Grupo Fasano expandiu, conta com 12 restaurantes, dois hotéis e planos para abrir outras três unidades.</p> <p>“O bom serviço é aquele que serve sem ser notado. Quando o restaurante é muito técnico, perde um pouco a função social. As pessoas vão pela boa comida e pelo bom serviço, mas é fundamental considerar que elas estão lá conversando, brigando ou fechando negócios”, disse Fasano, Sócio-Proprietário do Grupo Fasano, durante sua <a target="_blank" href="https://mundodomarketing.com.br/18927,5,o-segredo-do-sucesso-do-fasano">apresentação</a> no segundo dia de Atualuxo.</p> <p><strong><img alt="Luxo continua a busca por promover experiências únicas" align="left" width="300" height="189" src="/images/materias/trem1_reduz(1).jpg" />Paixão e atenção aos detalhes<br /> </strong>Mas as boas experiências não se restringem aos consumidores. É importante estendê-las aos públicos de interesse, especialmente os funcionários, para que todos estejam alinhados à cultura da empresa e transmitam esses valores no dia a dia. Fasano garante que um dos segredos do sucesso do Grupo é a sua capacidade de formar equipes. “Normalmente, um funcionário leva 15 anos trabalhando conosco e, quando sai, é para criar o próprio negócio”.</p> <p>A paixão pelo negócio também garante experiências únicas. A viagem sobre trilhos mais luxuosa do mundo, a bordo do Rovos Rail, é resultado do interesse que seu fundador, Rohan Vos, tem por trens antigos. Criada há 22 anos, na África do Sul, hoje a Rovos Rail possui uma estação exclusiva, de onde o próprio Vos recepciona pessoalmente os passageiros com um discurso simpático, que impacta profundamenta a experiência de quem passará alguns dias viajando pelos principais destaques do país.</p> <p>O cuidado aos detalhes é um ponto essencial. A cada vez que Vos viaja em um dos vagões, algo é mudado ou melhorado nos ambientes. A preocupação em solucionar necessidades e desejos dos hóspedes também é uma constante. “Cada quarto tem uma hostess, que trabalha 24 horas por dia atendendo a todas as necessidades dos passageiros. Temos uma equipe jovem e a média de um funcionário a cada dois hóspedes”, <a target="_blank" href="https://mundodomarketing.com.br/18907,5,rovos-rail-a-viagem-de-trem-mais-luxuosa-do-mundo">ressaltou</a> David Patrick, Vice-Presidente de Marketing da Rovos Rail.</p> <p><strong>Luxo e Arte </strong><br /> Para oferecer momentos únicos, o Luxo tem muito a aprender com a arte. “As marcas de Luxo, principalmente as tradicionais, se apropriam da arte contemporânea para contextualizar os dias de hoje. É uma maneira da arte empresatar atualização a marcas e produtos”, <a target="_blank" href="https://mundodomarketing.com.br/18925,5,o-que-o-luxo-pode-aprender-com-a-arte">explicou</a> Fernanda Feitosa, criadora e Presidente da SP – Arte, Feira Internacional de Arte de São Paulo.</p> <p>O mesmo acontece no caminho inverso. O Museu de Arte Moderna de Nova York, o MoMa, conseguiu agregar valor aos produtos vendidos, promovendo ideias inovadoras. Neste caso, a criatividade e o conhecimento artístico permitem o sucesso do museu, um exemplo sobre o espírito pioneiro que as marcas de Luxo não podem perder, como <a target="_blank" href="https://mundodomarketing.com.br/18926,5,como-expandir-o-luxo-sem-perder-a-sua-essencia">destacou</a> Kathy Thornton-Bias, Diretora-geral da Divisão de Varejo do MoMa. “Devemos criar produtos originais, não acompanhando, mas criando tendências”.</p> <p>Ideias inovadoras permitem ainda que o Luxo não necessariamente seja sinônimo de produtos e serviços caros. É o que prova a &Beyond, rede sul-africana de 35 hotéis boutiques. “Às vezes um objeto artesanal feito numa aldeia tem grande valor e o vazio no meio de uma savana promove uma experiência exclusiva”, <a target="_blank" href="https://mundodomarketing.com.br/18908,5,modelo-de-luxo-baseado-em-sustentabilidade">afirma</a> Claire Howse, CEO de Marketing e Sustentabilidade da empresa.</p>


Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day