LGPD

Publicidade
Publicidade
Pesquisa

Grandes empresas estão mais preparadas para exigências da LGPD, diz Serasa

Pesquisa feita em março de 2020 mostra que setores mais preparados são de Tecnologia e Bancos, Financeiras, Seguradoras e Corretoras

Por Thiago Terra - 02/09/2020

Entre as grandes empresas brasileiras, 86% delas estão muito preparadas para garantir direitos e deveres dos usuários sobre o tratamento de seus dados pessoais a partir da Lei de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Os dados foram coletados em uma pesquisa da Serasa Experian feita em março de 2020 com gerentes, diretores e c-level de 513 empresas de 22 segmentos e diferentes portes, e mostram que 80% das companhias de médio porte afirmam ter alto nível de preparo.

Ainda sobre estar muito preparadas para as exigências da LGPD, as empresas de pequeno e médio porte aparecem com 74% e 63%, respectivamente. De acordo com Vanessa Butalla, Data Protection Officer (DPO) e Diretora Jurídica da Serasa Experian, já era esperado que as companhias de médio e grande porte estivessem mais preparadas por terem estruturas tecnológicas mais robustas.

Já em relação a preparação das empresas por setor, o mais preparado é o de Tecnologia, com 93% seguido por Bancos, Financeiras, Seguradoras e Corretoras, com 84%. O estudo aponta para 84% das empresas de grande porte que dizem ter maior conhecimento sobre o tema, 82% para as de médio porte, 69% para pequenas e 61% micro empresas.

As?alterações e revisões de processos de adequação à LGPD são feitas por colaboradores internos em 47% das grandes empresas, 55% das médias e 42% das pequenas. Entre as grandes, médias e pequenas empresas, o principal desafio é treinar a equipe para o entendimento da LGPD, com 41%, 49% e 42%, respectivamente. Já nas microempresas a maior preocupação é identificar a melhor tecnologia para aplicar ou corrigir as exigências da Lei Geral de Proteção aos Dados, com 30%.