Conectividade inteligente é o mote deste ano do Mobile World Congress (MWC), que acontece até quinta-feira, dia 28, em Barcelona (Espanha). O evento gira em torno de debates sobre os bilhões de dispositivos móveis e novas tecnologias que chegarão a milhões de usuários em breve.

Ao observar as novidades apresentadas no evento, a CI&T, multinacional brasileira especializada em transformação digital de grandes empresas globais, identificou que, em um futuro próximo, os celulares podem deixar de ocupar o espaço majoritário nas comunicações para dividir espaço com assistentes pessoais, relógios, werables, carros autônomos e muitas outras novidades que estão a caminho. São novidades que vão avançar rapidamente por muitas esferas.

As compras a partir de assistentes de voz devem atingir US$ 40 bilhões até 2022, segundo reportagem do Financial Times. O áudio nunca foi tão relevante. O Google Home, o Amazon Echo e outros assistentes virtuais já movimentam US$ 2 bilhões por ano apenas nos mercados dos EUA e Reino Unido. Esses números devem aumentar exponencialmente. Marcelo Trevisani, CMO da CI&T, mostra como as tecnologias de voz mudarão relações de consumo, estratégias de vendas e Marketing das marcas.