Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade

Como a Internet das Coisas (IoT) vai impactar o seu negócio

Com o maior acesso a dispositivos com conexão virtual, tecnologia começa a ser implantada no Brasil em diferentes setores. Empresas de todos os portes podem trabalhar a ferramenta

  • O impacto da Internet das Coisas
Compartilhe

Uma revolução tecnológica começa a ganhar espaço no mercado brasileiro. Chamada de Internet das Coisas (Internet of Things), ela conecta os aparelhos e veículos usando sensores eletrônicos e a internet. Ela pode estar inserida em aparelhos de uso diário como eletrodomésticos, eletro portáteis, máquinas industriais, meios de transporte, entre outros. Alguns países têm exemplos que já cabem na realidade do consumidor, porque possuem uma infraestrutura em telecomunicação que permite o andamento dessa tecnologia de maneira mais ágil. O desenvolvimento dela depende da inovação técnica dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless, a inteligência artificial e a nanotecnologia.

No Brasil, já vemos usos dela em setores de logística e indústria, mas ainda pouco inserida na rotina das pessoas. Um dos motivos é justamente a pouca amplitude da internet na vida da população. Até pouco tempo, os smartphones não eram uma realidade de grande parte dos brasileiros e itens como wifi e 4G ainda estão longe de serem usados pela grande massa. Ainda assim, as empresas já vêm trabalhando formas de levar produtos e serviços que possuam internet para a realidade de cada um que more no país.

Com a chegada desses itens, uma nova forma de consumo começará a existir, já que cada ferramenta será capaz de entender os gostos e comportamento de seus usuários. Dessa forma, haverá uma integração do mundo físico e digital, que mudará a forma com que marcas e consumidores se comunicam. Para que as experiências dos usuários sejam satisfatórias e deem sentido a existência de um produto que possua internet, as marcas vêm aprimorando os seus conhecimentos na área e criando protótipos.

Companhias como a Dell, Intel e Samsung se uniram em 2014 para padronizar as conexões, em um grupo chamado Open Interconnect Consortium (OIC).  A Atmel, Broadcom e Wind River também fazem parte desse grupo unindo suas forças, que englobam micro controladores, soluções de comunicação com e sem fio e softwares. Eles pretendem criar um protocolo comum para garantir o bom funcionamento da conexão entre os mais variados dispositivos, além do desenvolvimento de recursos como Wi-Fi, Bluetooth e NFC serão recursos desenvolvidos pela organização. O Allseen Alliance, com 51 empresas participantes, busca difundir a ideia de Internet das Coisas. As ações do grupo reúnem soluções de diferentes companhias como LG, Panasonic, Qualcomm, D-Link e a Microsoft. 

Veja no estudo:

  • Histórico

  • Oportunidades

  • PME

  • Logística

  • Veículos

  • Varejo

  • Beacons

  • Desafios

  • Segurança digital

Conteúdo de Acesso Premium Para continuar tendo acesso a esse e outros conteúdos exclusivos, faça sua assinatura.
  • Conheça diferentes perfis de consumo
  • Desenvolva embasamentos para suas campanhas
  • Otimize sua gestão de Marketing
  • Projete cenários para o seu negócio
  • Descubra potenciais de mercado
  • Tome decisões mais assertivas

Já é premium/cadastrado?
Faça o login para ver o conteúdo:



Download

Baixar conteúdo completo
Faça seu login ou assine agora
Fechar

Quero que me liguem









Fechar

Envie uma mensagem









Fechar

Quero uma demonstração

*Horário comercial














Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2017. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss