Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

3 erros comuns em automação de marketing e como evitá-los

O primeiro é acreditar que automação é uma solução que você configura uma vez e pronto. O segundo, nem sempre percebido, é que acreditar que conhecimento é o mesmo que ação

Por | 20/12/2017

publicidade@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Não seria ótimo se você pudesse configurar uma campanha de automação de marketing, ligá-la e depois apenas relaxar enquanto novas vendas e leads aparecem para o seu negócio? Sem dúvida seria sensacional. Infelizmente, essa não é a forma como a automação de marketing funciona. Na verdade, configurar uma campanha costuma ser apenas o início de uma longa jornada. Depois da etapa de configuração, você ainda precisará fazer gestão e constantemente otimizá-la. Essa visão equivocada nos leva aos 3 principais equívocos cometidos por profissionais de marketing quando pensam em automatização.

Erro #1: Acreditar que automação de marketing é uma solução que você configura uma vez e pronto
A verdade é que ferramentas de automação de marketing são como quaisquer outras do mundo de negócios - ou seja, quanto mais informação e dedicação você coloca nelas, mais resultados você obtém. No caso desse primeiro erro a melhor estratégia é você sempre reservar algum tempo (preferencialmente algumas horas por semana) para analisar e otimizar suas campanhas. Ou seja, ao invés de configurar suas campanhas e as esquecer ativas por muito tempo, você deveria constantemente estar a aperfeiçoando e fazendo pequenos ajustes.

Altere o modelo ou template do e-mail, comece a trabalhar com novas palavras, mude as imagens e detalhes da configuração. Se você já trabalha com automação de e-mail marketing, você provavelmente já está acompanhando as métricas tradicionais relacionadas a campanhas - taxa de abertura, taxa de clique (CTR) e de reclamações por spam. Mas, você está acompanhando as métricas mais amplas relacionadas a efetividade sua campanha para o negócio da sua empresa? Preparamos uma lista com as principais questões que você deveria se perguntar:

1. Você possui um objetivo claro para a campanha? Se sim, qual?
2. A empresa e meus gestores possuem expectativas realistas a respeito dos resultados gerado pela campanha?
3. Quais são as principais 3 ou 4 métricas que devemos acompanhar ao longo da campanha?
4. Existem outras métricas que devemos ficar atentos?
5. Como essa automação de marketing impacta o negócio?
6. Notificamos os times de marketing e vendas que estamos lançando essa nova campanha?
7. Com que frequência devo analisar os resultados da campanha?

Ao se focar em questionamentos um pouco mais amplos, você tem chances de sucesso muito maiores.

Erro #2: Acreditar que conhecimento é o mesmo que ação
Aproximadamente 75% das pessoas confundem conhecimento com ação. O que isso quer dizer? Quer dizer que a maioria das pessoas que são capazes de identificar problemas e oportunidades de melhoria se esquecem que isso é apenas metade da batalha. A outra metade, é colocar boas ideias em prática, ou seja, a execução.

Quantos potenciais bons empreendedores não hesitaram em se aventurar e perderam boas oportunidades de negócio? O grande diferencial daqueles que triunfaram no mundo dos negócios é que eles dia após dia executam ideias, colocavam em prática o que tinham na sua cabeça. Obviamente, muitas dessas ideias dão errado, mas, muitas dão certo.

Ou seja, a maioria das empresas possui boas ideias que envolvem automatização, mas, poucas delas são as que colocam isso em prática. Na maioria das vezes por que inicialmente a automatização de marketing envolve tempo e dinheiro, e, quando vistas da ótica de curto prazo, esse tipo de esforço acaba não fazendo sentido.

O problema de pensar dessa forma é que você assume que sua empresa nunca irá crescer e que o que você faz hoje será para sempre sua atividade principal. Porém, o correto é que sua empresa evolua e comece a cada vez mais focar em atividades que gerem valor direto e não que sejam atividades simples e repetitiva. Pense com calma, faz sentido você ter um funcionário na sua empresa que durante anos e anos irá executar exatamente a mesma tarefa repetitiva? Além de custoso esse tipo de processo costuma ser muito sujeito a falhas e ineficiente.

Erro #3: Acreditar que bom é o suficiente
Se você é como a maioria dos profissionais de marketing, ao terminar de estruturar uma automatização de marketing você estará exausto. Você perde muito tempo criando campanhas, testando, conseguindo aprovações e apenas após dias intensos de trabalho que você consegue entregar sua obra prima e passar a focar em outros projetos.

Mas, como dissemos anteriormente, é de extrema importância que você revisite sua campanha constantemente pois é daí que vão nascer os grandes ganhos de performance. Ao revisitar sua campanha após algumas semanas, você com certeza irá ter uma visão mais clara de possíveis melhorias e já terá alguns números de performance para avaliar.

De maneira resumida, não se contente com uma campanha ativa, funcionando e que gera algumas vendas ou resultados pequenos. Pense sempre no seu grande objetivo com aquela automatização e tenha sempre em mente próximo passos e potenciais melhorias.





Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss