Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Cases

Plus Size: Duloren ganha espaço com atenção a este público

Comunicação com as clientes é feita de maneira empoderadora e igualitária, além de coleções serem iguais para todos os tipos de manequins e atenderem diversas faixas etárias

Por | 03/05/2017

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Denise Areal, Diretora de Marketing da DulorenA concorrência cada vez mais acirrada entre as marcas fomenta estratégias de diferenciação para atrair os consumidores. Quando um nicho é mal trabalhado, no entanto, abrem-se portas para aqueles que conseguem dialogar e oferecer produtos e serviços especiais. É o que vem ocorrendo com o público plus size. O mercado ainda pouco aproveita as oportunidades dessa categoria, mas há marcas que vem se destacando por saber atuar com representatividade.

No ramo de lingerie, a Duloren vem despontando com uma das queridinhas das mulheres com manequim do tamanho acima do 46. Isso porque a comunicação com as clientes é feita de maneira empoderadora e igualitária como faz com qualquer outra. Esse shopper não quer apenas vestir algo que atenda ao seu corpo, mas sobretudo ressaltar seu estilo e beleza por meio do uso de roupas e acessórios que estão na moda, segundo pesquisa do Instituto Brasileiro de Pesquisa e Análise de Dados (IBPAD).

E é o que a fabricante vem buscando ao elaborar novas peças. "Partimos do princípio de que independente do tamanho da etiqueta, todas as peças precisam ser bonitas, atraentes e reforçar a autoestima de cada usuária. Antigamente víamos apenas tons de bege ou preto para aquelas que usavam acima do 44, além de serem modelos sem nenhuma valorização às curvas. Era até chamada de roupa de vovó. Ouvimos consumidoras e criamos a linha Plus Size", conta Denise Areal, Diretora de Marketing da Duloren em entrevista ao Mundo do Marketing.

Pluralidade
O ponto de diferenciação foi levar às prateleiras rendas, decotes e modelos associados às tendências atuais. Assim como existe lançamento para quem veste um sutiã 42, por exemplo, aquelas que possuem busto acima do 50 também podem se sentir representada em um catálogo. Alguns ajustes são feitos apenas para oferecer mais conforto durante o uso, uma vez que possuem algumas características como alças largas e bojo reforçado.

Do mesmo modo são oferecidos itens variados para atender qualquer tipo de desejo. "Não é porque uma mulher gosta de bojo que a outra gostará também, então criamos variações e figurinos diversos para atender particularidades. Assim como acontece com as cores, que variamos do vermelho, branco, lilás, estampado e, porque não, preto e bege", conta a Diretora de Marketing da Duloren.

Para atuar nesse segmento a marca realiza pesquisas de mercado e analisa os pedidos e comentários pelo serviço de atendimento ao consumidor. Com base nos resultados, os gestores avaliam onde e como melhorar as ações e produções para esse público. Para a fabricante, o Plus Size representa uma fatia importante das vendas, por isso a parte destinada à comunicação para eles vem aumentando anualmente. 

Pertencimento
O segredo para ser bem sucedido nesse ramo é não tratar o Plus Size como algo especial ou diferente. "São mulheres e ponto. Independente do manequim que ela veste, ela quer ser representada, se sentir bem. Quem veste acima de 46 também é sexy, quer mostrar seus atributos físicos e não tem o que esconder. A nossa comunicação fala com mulheres em geral sem segregar se ela é magra ou não", afirma Denise.

Do mesmo modo, a empresa também engloba as jovens nas ações estratégicas. A nova linha Femmina, da Duloren, é voltada às moças na faixa dos 25 anos. A loja virtual também vende lingerie voltada ao público jovem com tamanhos até 54. A consumidora encontrará as coleções e lançamentos, além de poder visualizar em diferentes plataformas móveis, como tablets e smartphones. 

Com essa estratégia, a companhia espera conseguir aumentar seu faturamento e ganhar a fidelidade das suas consumidoras. "O mercado entendeu a importância de trabalhar plus size, mas ainda peca muito em alguns quesitos. Nós estamos sempre debatendo os pontos de comunicação e ouvindo influenciadoras também. O trabalho com elas é muito importante", conta Denise.

Dentre as dezenas de lançamentos anuais, a empresa afirma incluir os tamanhos maiores em todos eles. "Falamos de igualdade, porque não há como separar esse público dos demais. A modelo a ser apresentada precisa passar representatividade, mas a concepção da ação é igual. Seja nas redes sociais, em promoções ou PDV, falamos para todas. É esse tratamento como se fossem um ser diferente que precisa ser combatido nas ações de Marketing que vemos no mercado", conclui.

Leia mais: Panorama do mercado Plus Size no Brasil - conteúdo exclusivo para assinantes.

Conteúdo de Acesso Premium Para continuar tendo acesso a esse e outros conteúdos exclusivos, faça sua assinatura.
  • Conheça diferentes perfis de consumo
  • Desenvolva embasamentos para suas campanhas
  • Otimize sua gestão de Marketing
  • Projete cenários para o seu negócio
  • Descubra potenciais de mercado
  • Tome decisões mais assertivas

Já é premium/cadastrado?
Faça o login para ver o conteúdo:

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2017. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss