Jovens da Geração Z não se prendem a modelos nem padrões de beleza

Nova geração de brasileiras acredita que o feio e o bonito estão no olhar do outro. Estudo do Instituto QualiBest mostra a percepção das nascidas depois de 1995

Redação | 13/01/2017

pauta@mundodomarketing.com.br


As jovens brasileiras não se encanam quando o assunto é estética e não se preocupam com a opinião dos outros. No que diz respeito à beleza, esta nova geração (também chamada de “nativa digital”) entende que há diferentes padrões do que é belo. Para essas meninas, o “feio” vem do…

Para continuar lendo, realize o seu login.