10 melhores ações internacionais

Iniciativas de marcas como McDonald’s, Nike, Burger King, Coca-Cola, Amazon e Domino’s em diferentes países conseguiram rodar o mundo por serem criativas e inovadoras

Renata Leite | 10/12/2015

renata.leite@mundodomarketing.com.br


A criatividade rolou solta ao redor do mundo em 2015 e fez com que muitas ações de Marketing chamassem a atenção dos consumidores e viralizassem na internet. Entre as marcas que se destacaram ao longo do ano, estão McDonald’s, Nike, Burger King, Coca-Cola, Amazon e Domino’s. Conheça uma seleção de iniciativas que conseguiram conquistar o público em diferentes países e acabaram noticiadas no blog Radar Internacional, do Mundo do Marketing:

1. De volta para o Futuro
Em 2015, consumidores do mundo inteiro perceberam que chegaram ao futuro - e as marcas aproveitaram a oportunidade para ações. Tudo porque os personagens da famosa trilogia “De Volta Para o Futuro” escolheram o dia 21 de outubro deste ano para visitarem, no filme. A partir desta data, chegou às gôndolas a Pepsi Perfect, edição limitada do refrigerante, em garrafa de vidro com logo estilizado e larga tampa azul. A novidade foi vendida apenas nos Estados Unidos, tendo em sua composição açúcar em vez de adoçante artificial, como normalmente é utilizado.

A Toyota também aproveitou a data para lançar um carro futurista, entrando no clima do filme. O Mirai é um veículo movido a moléculas de hidrogênio. A companhia apostou no suspense e convidou os atores Michael J. Fox e Christopher Lloyd, intérpretes dos personagens principais, Marty McFly, sua namorada Jennifer Parker, para recapitular quais previsões feitas no filme se tornaram realidade, em filme publicitário.

Já a Nike também desenvolveu um tênis especial, como o imaginado pelos autores da trilogia, com cadarços automáticos. O modelo Air Mag é igual ao usado pelo protagonista Marty McFly no longa: visual futurista, cinza, com cano alto e ajustáveis aos pés quando calçados.

2. Dia Mundial da Paz
Também ganhou destaque uma provocação do Burger King ao McDonald’s. A rede propôs ao rival a criação do sanduíche McWhooper, que uniria ingrediente dos carros-chefes dos dois concorrentes. A iniciativa visava levantar a bandeira branca na briga pelo melhor sanduíche por conta do Dia da Paz, celebrado em 21 de setembro. A resposta negativa e agressiva do Presidente do McDonald’s fez com que a ideia acabasse ganhando ainda mais repercussão.

O desafio foi lançado por meio de uma carta aberta e, pelo Facebook, o CEO Steve Easterbrook espetou o rival dizendo que esperava um telefonema da próxima vez. Outras redes, no entanto, entraram na brincadeira e aceitaram o desafio. Uma das que se deram bem ao pegar carona na proposta foi o Giraffas. O Peace Day Burger acabou servido apenas no dia 21 de setembro, na cidade de Atlanta, nos Estados Unidos, em um restaurante temporário, unindo cinco marcas.

3. Mais McDonald’s
Depois de ter um de seus prédios considerado o mais feio na cidade de Rotterdam, na Holanda, o McDonald’s resolveu presentear a população local com uma loja inovadora, com direito a ousado projeto de design. A extravagante estrutura da unidade de luxo é toda de vidro, com fachada dourada e uma escada em espiral branca, integrando os dois andares.

O interior conta com sofás de couro, mesas e cadeiras na parte superior. O primeiro piso é destinado para os pedidos e conta com entrada por três lados. Apesar de estar na vanguarda da arquitetura, a nova unidade se integra harmonicamente com o centenário prédio dos correios, vizinho à lanchonete.

4. Amazon
O ano de 2015 também ficou marcado pela abertura da primeira livraria física da Amazon, após duas décadas de vendas de livros apenas pela internet. A ideia da companhia é utilizar os anos de experiência no e-commerce para gerenciar o novo investimento, que combina os benefícios das compras online com as tradicionais. A novidade fica localizada na cidade de Seattle, nos Estados Unidos.

Essa não foi a única inovação da marca no ano. A empresa surpreendeu ao abrir uma loja online na concorrente Alibaba. O objetivo era ampliar as vendas para a China. A companhia americana já tinha e-commerce próprio no país, mas sua participação no varejo online de lá era de apenas 0,8%, segundo a consultoria Analysys International.

A companhia também criou o Dash Button, dispositivo de marcas específicas que acionados compram no e-commerce. O produto é, então, enviado diretamente para a casa do cliente. A ideia é que o acessório inteligente fique próximo à área de uso para que os consumidores possam apertá-lo quando o item estiver acabando. Um botão com a marca de sabão em pó, por exemplo, pode ficar perto da máquina de lavar. Como cada dispositivo é vinculado a uma marca específica, a ferramenta é ideal para quem é fiel aos rótulos. 

5. Domino’s
A Domino’s também apostou em um botão para pedidos de Pizza. O item foi lançado no Reino Unido sob o nome de “The Easy Order”. O dispositivo vem em uma mini caixa de pizza com um botão que está integrado a um APP via bluetooth. Para utilizar o serviço e receber a redonda quentinha, o cliente deve cadastrar previamente nome, endereço e pedido de preferência.

6. Coca-Cola sem logotipo
A Coca-Cola aproveitou o Ramadã, nono mês do calendário islâmico, quando muçulmanos praticam o jejum, para se posicionar em relação ao preconceito no Oriente Médio. A marca retirou o logotipo de suas embalagens para passar a mensagem de que “rótulos são para marcas, não para pessoas”. A ação idealizada pela FP7/DBX dos Emirados Árabes buscou combater os estereótipos e foi realizada em agosto - durante a crise dos refugiados, mas antes dos ataques em Paris.

7. Airbnb
O Airbnb levou fãs para passar uma noite na icônica Vila do Chaves, que por décadas fez parte da infância de várias gerações. A plataforma de hospedagem lançou uma promoção exclusiva para moradores do México, com direito a dois acompanhantes, para viver a experiência única de passar momentos entre a casa da Dona Florinda, do Seu Madruga e da Bruxa do 71 e ainda o barril onde o protagonista se escondia.

Os ganhadores passaram a noite do dia 21 de novembro no local e foram recebidos por Roberto Gómez Fernández, filho de Roberto Bolaños, o Chaves. A noite contou com várias surpresas, como jantar típico e cinema ao ar livre, onde os melhores episódios da série foram exibidos, com direito a chocolate quente e churros.

Outra hospedagem um tanto inusitada que chamou a atenção do mundo foi um cemitério. O Airbnb selou parceria com o Catacumbas Paris para proporcionar a dois clientes uma noite no local. Em 31 de outubro, as almas corajosas fizeram um tour nos labirintos de ossos, onde degustaram culinária exótica e ouviram famosas lendas locais assustadoras.

A iniciativa gerou polêmica por ser interpretado como um desrespeito aos mortos por alguns. As redes de túneis abriga restos mortais de seis milhões de pessoas. Um brasileiro venceu o concurso e passou a noite no local, gratuitamente.

8. Em prol dos animais
A ONG Quatro Patinhas comoveu a todos ao convidar pet shops a cederem seus expositores por um dia e trocarem animais à venda por outros para adoção. A reação dos clientes quando informados que não teriam que pagar nada pelos animais - que eram de abrigos - foi registrada em vídeo, que conquistou o quarto lugar do Top 5 dos mais vistos no YouTube no mês de abril. A ação Animais Valiosos, criada pela NBS em parceria com a Visorama Diversões Eletrônicas, levou o Leão de Bronze na categoria PR em Health & Wellness.

9. Natal
Também viralizou na internet o vídeo da rede alemã de supermercados Edeka, valorizando a união familiar em ação de Natal. O filme mostra a história de um idoso que tenta reunir os filhos na noite da data por vários anos seguidos. Ocupados e residindo em outros países, eles estão sempre encontrando desculpas e prometendo que, no ano seguinte, estarão todos juntos. O patriarca resolve então simular a própria morte para fazer com que os parentes dediquem um tempo a ele.

10. Groupon
O Groupon conseguiu chamar a atenção para um simples produto, após uma imagem compartilhada na página da empresa no Facebook voltada para o público americano viralizar. O item em questão era o Banana Bunker, uma espécie de embalagem para guardar a fruta. O formato do artigo foi ironizado pelos internautas, que em poucos minutos fizeram diversas piadas de cunho sexual.

A equipe de mídias sociais, no entanto, parecia prever o sucesso da publicação e respondeu quase de imediato a cada uma das perguntas e dúvidas a respeito da novidade. O diferencial que tornou a postagem mais compartilhada é que as respostas também envolviam piadas, ironias e duplo sentido. Graças à polêmica, as 600 unidades do produto foram vendidas em poucas horas.