Saudabilidade: sem glúten, lactose e açúcar, mas com muito lucro

Negócios focados em restrições alimentares saltaram 211,5% de 2009 a 2014 no país, passando de US$ 50,3 milhões para US$ 156,7 milhões. Intolerâncias vêm sendo mais diagnosticadas

Renata Leite | 10/03/2015

renata.leite@mundodomarketing.com.br


A saudabilidade foi enfim parar no pratos dos brasileiros, assim como da população mundial, e já transforma a indústria de alimentos. No país, o mercado de itens com esse apelo movimentou US$ 34,7 bilhões em 2014, 72,3% a mais do…

Para continuar lendo, realize o seu login.