O aquecimento da economia e a desaceleração da inflação marcam um momento positivo para o consumo dentro do lar no primeiro semestre de 2023. Uma cesta que se beneficia nesse sentido é a de Higiene e Beleza.

Em comparação ao mesmo período do ano anterior, ela cresceu 10% em unidades e 23% em valor. Os destaques, em unidades, foram os lenços umedecidos (+21%), protetor solar (+19%), pós shampoo (+18%), lâminas para barbear (+17%), papel higiênico (+14%), tintura para cabelos (+13%), desodorante (+13%), creme dental (+13%), escova dental (+11%), e maquiagem (+10%). Os dados são do Consumer Insights 2023, produzido pela Kantar.

O levantamento também aponta que as tendências de consumo da cesta variam entre homens e mulheres. Para elas, as categorias que mais cresceram em ocasiões de uso foram maquiagem, sabonetes e limpeza facial. Eles, por sua vez, priorizam produtos para barba, cuidados para o cabelo e sabonetes.

Ainda é válido ressaltar que homens e mulheres têm necessidades diferentes quando o assunto é cuidado com as madeixas. Homens têm maior foco em hidratação, redução do frizz e força, utilizando mais produtos: Shampoo, Pós-Shampoo e Secadores. Já as mulheres têm aderido aos produtos que proporcionam resultados mais naturais, como Condicionadores, Leave-In e Máscaras de Tratamento.

Série de pesquisas da Kantar 

Ao longo de 2023, a Kantar tem monitorado de perto a realidade do consumidor latino-americano, sobretudo, a forma com que os clientes da região interagem com bens de consumo massivos. O foco das pesquisas comumente analisa o panorama econômico da América Latina: em julho, o relatório Brand Footprint LATAM 2023, publicado pela empresa, apontou que a inflação reduziu em 25% o poder de compra dos consumidores locais.

Dois meses mais tarde, em setembro, outra pesquisa da Kantar indicou o que pode ser considerado um esboço de reação conduzida pelos consumidores latino-americanos, apontando que, embora estes consumidores continuem a sofrer com reduções pontuais no poder de compra, a região tem demonstrado uma tendência de recuperação no consumo, liderada, principalmente, por Brasil, México e Peru.

Finalmente, dados recentes divulgados pela empresa indicam que durante o segundo semestre de 2023, 73% das categorias de bens de consumo de massivo – como os produtos da cesta de higiene e beleza citados nesta matéria, cresceram em penetração na América Latina.

Leia também: Experiências físicas, sociais, emocionais e espirituais ditam tendências no mercado de beleza