Farmazon promete ser o Uber das Farmácias | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Cases

Farmazon promete ser o Uber das Farmácias

APP é lançado após 15 meses de desenvolvimento e mais de R$ 1 milhão investidos. A meta é alcançar a marca de 500 mil downloads até o fim de 2019 e se tornar referência no setor

Por | 25/04/2019

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Ao precisarem se locomover de um ponto a outro nas cidades, muitos consumidores, hoje, nem pensam duas vezes: lançam mão do smartphone e acionam o serviço de preferência por meio de um aplicativo. O mesmo vale quando pedem refeições, alugam uma casa ou planejam as próximas férias. Já em um momento delicado, em que agilidade torna-se de fato um ponto crítico, as pessoas ainda precisam recorrer ao delivery por telefone: na hora de pedir remédios da farmácia. Foi em uma madrugada com o filho doente, que o especialista em negócios digitais Rodrigo Robledo percebeu a oportunidade de negócio.

O fundador da aceleradora de startups Doctor Web decidiu então investir em um novo APP, que chega ao mercado após 15 meses de desenvolvimento e mais de R$ 1 milhão investidos. A promessa é audaciosa: tornar-se o Uber das farmácias. O usuário escolhe entre os mais de 30 mil produtos ofertados no aplicativo e os recebe em casa em menos de uma hora, sem precisar se preocupar com a disponibilidade em cada loja. Após o fechamento do pedido, farmácias e entregadores localizados nas proximidades são notificados e podem aceitar ou não a encomenda.

A meta é alcançar a marca de 500 mil downloads até o fim de 2019. "Em um mercado em que o delivery, mesmo nas grandes redes de drogarias, costuma ser descentralizado, com preços e estoques diferentes em cada loja, a Farmazon usa a inteligência artificial para que o consumidor encontre o que precisa de forma simples e rápida, em um só lugar. Exibimos produtos oferecidos por drogarias parceiras e nos comprometemos a entregar em menos de uma hora a lista de pedidos, mesmo que tenhamos que buscá-los em mais de um local", explica Robledo.

Serviço; não só entrega
Já são muitos os APPs de delivery que competem por um espaço no smartphone de brasileiros. Loggi, Uber, Rappi são alguns deles. Para entregar valor ao usuário, a Farmazon se propõe a oferecer mais que apenas a entrega de produtos. Em médio prazo, a promessa é de que a solução seja capaz de olhar para além da farmácia, abarcando toda a cadeia - de profissionais de saúde que prescrevem medicamentos, a pacientes e farmácias.

Está nos planos da empresa contar com profissionais de saúde em sua rede, como farmacêuticos, oferecendo um atendimento completo e humanizado ao cliente. "A disputa dos APPs hoje está muito mais no span of attention (limiar de atenção) do usuário que na memória dos smartphones. Isso é um ponto ainda mais sensível quando falamos de compras que possuem menor recorrência como as compras feitas em farmácias. A Farmazon olha para além da farmácia. Ela se propõe a ser muito mais que a transferência da burocracia da compra de medicamentos do mundo real para o universo online", resume Jose Maria Pugas, CEO & Founder na Agripa Innovation Labs e um dos investidores do negócio.

Foi com essa proposta de valor que o negócio atraiu também outros nomes do mercado, como Marcos Ourívio, da wine.com.br; Marcos Moraes, criador da Webmotors; André Soares de Sá, ex-presidente da Brasilfarma e atualmente na Stone Pagamentos; e João Magalhães Dahl, sócio do banco de investimentos do Banco Brasil Plural. Esse é o time de sócio-consultores da startup.

Fase de pré-lançamento
A Farmazon está em fase de pré-lançamento em áreas da Barra da Tijuca, do Recreio dos Bandeirantes e da Zona Sul do Rio de Janeiro. Neste primeiro momento, só irá disponibilizar medicamentos que não exijam a apresentação de receitas médicas, além de produtos de higiene pessoal, cosméticos e alimentos para fins especiais. Para fazer parte da fase de pré-lançamento, é preciso se cadastrar no site farmazon.com.br. O aplicativo está disponível para Android e iOS.

O planejamento, a médio prazo, inclui a expansão dos serviços para todo o Brasil. "Depois que comecei pesquisar este universo, vi que existe uma série de problemas nos serviços de delivery de farmácias, como os ruídos frequentes na comunicação e o tempo excessivo gasto no atendimento", afirma o CEO da Farmazon. "Queremos proporcionar um atendimento diferenciado com a garantia de que será feito com segurança, transparência e eficiência", conclui.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss