Nem camisinha segura o crescimento da Blausiegel | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Cases

Nem camisinha segura o crescimento da Blausiegel

Conheça a história de Marcelo Hahn, CEO da Blausiegel, indústria farmacêutica que fechou o ano de 2007 com faturamento estimado em US$ 120 milhões

Por | 10/01/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Nem camisinha segura o crescimento da Blausiegel

Por Thiago Terra
redacao@mundodomarketing.com.br

 Filho de peixe, mais uma vez está comprovado que peixinho é. Ou será. Este é o caso da indústria farmacêutica Blausiegel. Com gerações anteriores na família dedicadas à indústria farmacêutica, aos 19 anos, Marcelo Hahn (foto), hoje CEO da companhia, decidiu seguir o mesmo caminho que seus familiares, impulsionado pelo sucesso de seu irmão mais velho que já despontava como empresário bem-sucedido na década de 1980. Após algumas pesquisas, Hahn resolveu trilhar o mesmo caminho que, vinte anos mais tarde, tornou-se um caso de sucesso.

Com faturamento de cerca de US$ 120 milhões em 2007, o empresário lembra do seu primeiro investimento de US$ 20 mil, modesto comparado aos resultados conquistados atualmente, para inaugurar uma importadora de preservativos. "Fui para Alemanha com meu pai e lá conheci fábricas e o parceiro para fabricar o produto", conta Marcelo Hahn ao Mundo do Marketing.
 
A história da Blausiegel começou com a comercialização de preservativos Preserv, em 1987, e naquela época o produto já tinha como diferencial o espermicida. De acordo com Hahn, faltava preservativo no mercado já que apenas duas marcas vendiam o produto no Brasil. Com a explosão do vírus da Aids e a falta de produtos nas prateleiras, tornou-se fácil colocar o Preserv nas redes de farmácias do país. "Em poucos anos nos tornamos uma empresa grande e com dinheiro em caixa", lembra.

Desenvolvimento acelerado
Após três anos de mercado, a Blausiegel alcançou a estabilidade financeira e partiu em busca da comercialização de uma linha farmacêutica hospitalar. O sucesso nas vendas e a forte presença no mercado fez com que a indústria começasse, em 1995, a fabricar seus próprios produtos até atingir uma posição confortável. "Hoje fabricamos 90% dos nossos produtos e ainda exportamos, mas sabemos que temos um longo caminho a percorrer", alerta Marcelo Hahn.

Com a própria linha de produtos quase toda fabricada no país, a Blausiegel não pretende parar por aí. Após anos dedicados a divulgar seus produtos, hoje a indústria volta as suas atenções para a importância do Marketing de sua marca. Levar o nome Blausiegel para o dia-a-dia dos consumidores não será tarefa das mais fáceis, segundo Marcelo Hahn. "Este ano decidimos fazer o Marketing da empresa. Somos conhecidos no meio hospitalar, mas não pelo público", ressalta. O executivo afirma que fará investimentos em campanha de mídia institucional e pretende abrir o capital da Blausiegel nos próximos anos.
 
Atualmente, a empresa participa de congressos e eventos, além de patrocinar um time de vôlei e uma equipe da Stock Car. A maior ação da Blausiegel para a linha Preserv foi o "Carro dos Sonhos". Nesta promoção, o consumidor concorria a 100 prêmios, dentre eles um veículo personalizado. "Aumentamos muito as vendas com esta ação e conquistamos 4 mil novos pontos de venda", diz Marcelo Hahn. Com o patrocínio do programa Pânico na TV, no quadro "Vô num vô", e prêmios para os participantes, a campanha fez com que o consumidor se envolvesse e participasse mais ainda do universo da marca de preservativos.

Inovação é o diferencial
Apesar de barato, o produto da Preserv atua com alguns diferenciais em relação aos seus concorrentes, Olla e Jontex. Com três tamanhos diferenciados, a marca lançou o primeiro preservativo texturisado, os de tamanho Extra e Teen - este voltado para o público adolescente - e, ultimamente, uma série que retarda a ejaculação do homem. "Tudo deve estar voltado para a linguagem do público para atendê-los na íntegra, de acordo com suas necessidades", aponta.
 
Mesmo com a distribuição gratuita de cerca de 1 bilhão de preservativos prevista pelo Governo Federal em 2008, Marcelo Hahn não se preocupa e sabe que a queda nas vendas da Preserv serão supridas por outros produtos que a Blausiegel tem. O segredo para alcançar o sucesso? O CEO da Blausiegel conta que é preciso encorajar os empreendedores a investir porque só através de tentativas será possível saber se um projeto dará certo ou não. "Se tiver uma idéia diferenciada, coloque-a em prática, invista e acredite. Se você é jovem, aproveite porque se errar agora haverá tempo para tentar de novo", completa.

Acesse
www.blausiegel.net

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss