Dia Profissional de Marketing. Você pode comemorar? | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Canais

Dia Profissional de Marketing. Você pode comemorar?

Já virou tradição. No Dia do Profissional de Marketing, é hora de reflexão aqui no Mundo do Marketing

Por | 08/05/2008

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

EDITORIAL: Dia Profissional de Marketing. Você pode comemorar?

Por Bruno Mello*
bruno@mundodomarketing.com.br

Já virou tradição. Oito de maio, data em que se comemora o Dia do Profissional de Marketing, é hora de reflexão aqui no Mundo do Marketing. Todo dia há alardes de que estamos vivendo em novos tempos, com novas tecnologias, tendências, consumidores, conceitos, ferramentas, mídias, novo, novo, novo. Tudo novo. A cada hora o profissional de Marketing lança algo apregoando ineditismo ou apenas surfando em uma onda entusiasta.

Os tempos mudaram sim, é a mais pura verdade, mas a fugacidade hoje é a maior realidade. É incrível como, todo dia, haja centenas de ecos afirmando desenvolver uma idéia brilhante, um projeto nunca visto antes. Há ações inovadoras? Sem dúvida. Mas existe muito mais discurso do que prática.

Por isso, está mais do que na hora do profissional de Marketing focar em seus objetivos principais: vender e satisfazer o cliente. E neste cliente, estão todos os stakeholders. E em vender estão dezenas de ações que precisam ser desenvolvidas para cumprir este objetivo e que não caberia aqui. Ações estas que são negligenciadas por muitos executivos.

Hoje, fazer o básico ainda é difícil para muitas empresas. Quem nunca teve problemas com uma operadora de telefonia? E se tem problema, o profissional de Marketing é o responsável também porque ele tem como missão disseminar esta visão por toda a companhia. É a gestão orientada pelo Marketing que desenvolverá estratégias para que todos os processos sejam eficientes e, lembrando, satisfaça o cliente.

É incrível como é eficiente desenvolver esta cultura, mas surreal quando há falhas das mais simples como ligar para uma empresa e não ser identificado ou não ser atendido de forma ideal. As falhas e os erros não têm fim. Apenas para ficar em um bem ilustrativo: quantas grandes empresas investiram dezenas, centenas, milhões de reais no Second Life e sequer viram o retorno deste investimento?

Um executivo de uma grande companhia mundial não teve vergonha em dizer: estamos avaliando ainda, um ano depois, o retorno desta ação. Mentira. Ele sabe que rasgou dinheiro. Ainda há muito profissional de Marketing jogando dinheiro pela janela. A boa, ou má notícia, é que a farra está com os dias contados.

Com o crescente número de empresas brasileiras abrindo capital e fazendo fusões, aumenta a filosofia de governança corporativa. Ou seja, quem continuar assinando cheque em branco verá a tinta da caneta acabar. Os resultados negativos aparecerão e o mercado cobrará sem piedade com a perda de valor de mercado da empresa. O caso da Natura mostra que uma marca forte não é capaz de impedir que a empresa perca dinheiro se os resultados forem ruins.

Marca forte se constrói com o básico. E o básico, mais uma vez, é vender e satisfazer o cliente dentro de toda a complexidade deste quesito, muito mais importante do que fazer publicidade e eventos. Sem o básico, isso vira show. Mas a música está chegando ao fim e sem o parabéns para comemorar o Dia do Profissional de Marketing.

* Bruno Mello é Editor Executivo do Mundo do Marketing.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss