Curiosidades de uma tarde no Shopping | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Canais

Curiosidades de uma tarde no Shopping

Editor Executivo do Mundo do Marketing visita o Morumbi Shopping, em São Paulo, e registra cenas interessantes que apontam alguns dos desafios do varejo brasileiro

Por | 28/08/2013

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Sempre que dá, procuro gastar sola de sapato andando por shoppings, centro de compras, ruas comerciais, feiras, como vimos na semana passada, e onde mais que possa haver alguma relação com Marketing, com o olhar justamente de quem trabalha nesta área. Pois bem. Numa destas incursões, há algumas semanas no Shopping Morumbi, em São Paulo, registrei algumas curiosidades.

varejo,shopping,editorial,compras varejo,shopping,editorial,compras

Embora já tenhamos chegado ao limite dos discursos sobre experiência no ponto de venda e da crescente tendência de showrooming, ainda existem, em pleno 2013, lojas como a Vivo que prendem seus produtos. E não é a única. Se fosse registrar todas as lojas que ainda criam barreiras para a experimentação (mínima neste caso) acabaria com a memória do telefone.

varejo,shopping,editorial,compras

Conheça. Toque. Encontre. Lembrei-me de ter visto um modelo destes na NRF, em Nova Iorque, alguns anos atrás e logo fiquei curioso para ver como estava implementado por aqui. Bom, eu tentei. Toquei na tela que tem na loja da Adidas e nada. Ponto a favor levar tecnologia interativa para o ponto de venda, desde que ela funcione, não é mesmo?

varejo,shopping,editorial,compras

Sabonete de tratamento Arruda e Sal Grosso. Não acreditei quando vi e fiquei com vergonha de perguntar sobre qual tratamento a Body Store se referia. Fui ao site e diz o seguinte: "O sabonete Tratamento Luck tem um conceito "místico" de tirar o mau olhado e as energias negativas, através do extrato de arruda e sal grosso, que também age nas cargas elétricas do corpo, aliviando as tensões. Possui extrato de pepino, manteiga de karité e óleo de castanha". Então tá.

varejo,shopping,editorial,compras varejo,shopping,editorial,compras

Liquidação é um ponto crítico para o varejo. Algumas marcas entram na guerra de preço mesmo que suas margens sejam corroídas e o destino delas não é lá dos melhores. Agora, ver uma Hugo Boss liquidando é no mínimo estranho. A marca que tem um apelo de Luxo deveria estar procurando outros caminhos para vender.

varejo,shopping,editorial,compras

World Tennis, um caso de sucesso de como não se fazer um vitrine. Fico tonto só de passar perto. E olha que essa não está tão cheia. Já vi coisa pior, tanto na World Tennis quanto em outras redes do ramo.

varejo,shopping,editorial,compras varejo,shopping,editorial,compras

Loja quem disse, berenice? versus MAC. Uma cheia e outra quase vazia. Logo que foi lançada, critiquei o nome pelo Facebook. Queimei a língua. A loja é um sucesso. Enquanto a MAC vende seus produtos caros para poucas pessoas, a marca do grupo O Boticário focada na nova classe média vende como água. Sem contar que a loja é linda. A disposição dos produtos é inteligentíssima e muito funcional. E notem para um banco vazio no canto esquerdo da foto. Um pouco antes do clique estava um marido sentado no que se convencionou chamar de "Estacionamento de Marido".

varejo,shopping,editorial,compras varejo,shopping,editorial,compras

No mesmo segmento, a Sephora também não veio para brincar. Além da loja do Shopping Morumbi ser grande para os padrões brasileiros e um espetáculo - o que deixa mulheres quase que em transe, pois eu testemunhei algumas que nem piscavam -, ainda tem um espaço sensorial de dar inveja. Você borrifa os perfumes e vai descobrindo as marcas pelo sentido. E, pelo tablet, conteúdo para ajudar a convencer a comprada a levar um para casa.

varejo,shopping,editorial,compras

Bom, depois de tanto andar, chegou a hora de comer e, confesso, um Burger King às vezes não faz mal a ninguém. É a única hora em que viro consumidor. E eis que avisto uma placa sobre pesquisa. Acredito que é interessante e atrativo dar um sanduiche para quem se prontificar a responder uma pesquisa, mas daí a complicar este processo é demais. São necessários cinco passos para se habilitar e depois, posso imaginar a dificuldade que é para retirar o sanduiche. Boa iniciativa tem que ser do início ao fim.

 

Aproveite e leia também: 5 passos para influenciar o shopper na hora da verdade. Conteúdo exclusivo para assinantes + Mundo do Marketing. Acesse aqui.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss