Desfile 3D, a Moda AVATAR | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Conexão Paris

Desfile 3D, a Moda AVATAR

Por: | 01/03/2010

stella@slegnani.com.br

Compartilhe

 

A moda na época de "Avatar"?

Eu me lembro como se fosse hoje (até por que revi milhares de vezes), o filme Blade Runner, lançado em 1982, um dos meus preferidos, que iniciava com uma imagem futurista: " Los Angeles, 2019"... a partir daí, o mundo era sombrio e pouco convidativo, molhado por uma chuva incessante, barulhento e confuso, um verdadeiro buraco negro.

Na minha cabeça de jovem-menina, o ano de 2019 estava, definitivamente, muito longe... Rick Deckard (Harrison Ford) dirigia sua nave espacial, usava cartões chip, chaves digitais, telefones com visores, computadores que impressionavam... Lembro-me da cena onde ele faz o zoom de uma foto em um computador por comando vocal - na época, eu toda surpresa, me questionei no ato se seria assim em 2019, tudo tão moderno. Hoje, o comando de voz é presente numa infinidade de gadjets e a maioria das tecnologias expostas no filme fazem parte de nosso cotidiano.
Mas o objetivo deste post era falar de moda, sobretudo de novas tecnologias nos desfiles de moda.
Em Blade Runner, o figurino também me impressionou muito. Se por um lado o filme se passa numa época versão futurista e avançadíssima, por outro a personagem principal, a bela Rachael (Sean Young), vestia um estranho cruzamento da moda dos anos 40 e 80, o que reafirma que a moda é cíclica e se altera entre evoluir e retroceder o tempo todo. Prova disso são os últimos desfiles de MCQueen, (poderíamos dizer que foi ele quem se ocupou de todas as roupas da bela Rachael e do próprio filme, ver aqui).
 
Se no último e fantástico desfile do saudoso Alexander McQueen , dois robôs imponentes foram os responsáveis em transmitir in direct o show via net, a marca Burberry não deixou para menos e criou o primeiro desfile transmitido em 3D, na onda Avatar.
 
Pares de óculos fornecidos para o espetáculo
 Os convidados - jornalistas e clientes -  que não puderam estar presentes em Londres para FashionWeek, assistiram o show "em casa", nas salas especiais em Paris, Nova York, Dubai, Tóquio, Los Angeles e Milão, em transmissão ao vivo em 3D.
 
 
Aqui, em Paris, 300 convidados compareceram ao museu de Belas Artes e foram acessorizados de  óculos Burberry, para apreciar a nova coleção da temporada. A estratégia pode parecer boa, mas afirmo que não tem a mesma sensação de estar no frenesi que é um grande desfile. Para os menos felizardos, o desfile foi transmitido ao vivo, via internet, mas em 2D.
Ultima surpresa da marca: algumas peças do desfile (bolsas, casacos) já estavam disponíveis para a venda no site Burberry.fr minutos depois de ter terminado.
Acho que de certa forma já estamos em 2019!
Comentários

Biografia

Stella Pelissari é formada em Moda e Jornalismo, tem pós-graduação em Moda e Comunicação e Mestrado em Management Fashion em Business.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss