O que o francês consome de verdade | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Conexão Paris

O que o francês consome de verdade

Por: | 28/07/2009

stella@slegnani.com.br

Compartilhe

 

 

 algumas semanas fui tomar um café com meu amigo o respeitado sociólogo e pesquisador Gilles Lipovetsky.  E lá ficamos, horas falando sobre seu último livro, "A Cultura-mundo. Resposta a uma sociedade desorientada", sua recente ida à Belo Horizonte para uma conferência, bem como sobre a vida moderna, o  consumo, o marketing, o luxo, a "Daslu, Daspu", educação e  sobre as diferenças entre Brasil e França.

E se, globalmente o mundo começa a ficar sufocante com a multiplicação desenfreada de possibilidades em todos os segmentos que se reinventam a cada dia e somos constantemente projetados  pela necessidade de "superar" a  última proposta, o produto, a estratégia e  empurrados para buscar  a próxima  idéia genial, que logo será copiada, colada, reeditada... Ah! Felizmente ainda existe esperança e o consumo, digamos que na França, tem lá suas particularidades.
Foi observando nesses últimos 10 anos junto ao meu grupo social (marido, sogros, tios, tias, amigos) que aprendi que no paraíso do luxo e da sofisticação, o consumo tem freios, sobretudo se falarmos do "típico consumo francês". E o que ele consome?  Para começar o consumo do francês é infinitamente menor que o do latino-americano.
Carro novo? Prá que, carro? E essa maneira de pensar se multiplica para vários segmentos. Acreditem quem sustenta as lojas e boutiques na França não são os franceses... São os turistas.  O consumo francês se resume em coisas que para eles são as verdadeiras necessidades: comer bem - isto é, bons vinhos, bom restaurante, um picnic em família, um pão premiado. Boas férias (importantíssimo). Uma balada de bicicleta, flores em casa ou nas janelas, cinema, museu, espetáculos... Ok, um vestido indemodável, um bom perfume ou uma bolsa tradicional (que ao comprar ele sabe que poderá oferecer a suas tataranetas, pois ela irá continuar linda, impecável e moderna) porque para eles tradição não sai da moda. E logicamente livros, que eles consomem em toneladas.  E o mundo moderno? Sim, eles adoram a internet, onde pesquisam todos os itens que listei acima, depois colocam tudo em Fóruns, criando assim um ciclo de análise, publicidade e preço justo. Outro grande amigo me explicava que matriculou sem filho adolescente de 16 anos num curso de filosofia numa escola na praia durante as férias, pois suas notas não estavam muito boas...  Difícil acreditar? Garanto a vocês, que "consumir menos, mas consumir melhor", se aprende. Eu sou a prova viva...

 

Comentários

Biografia

Stella Pelissari é formada em Moda e Jornalismo, tem pós-graduação em Moda e Comunicação e Mestrado em Management Fashion em Business.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss