Como se manter longe dos spams | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Relacionamento Digital

Como se manter longe dos spams

Seja no mundo corporativo ou pessoal, é comum o internauta abrir seu email e ver sua caixa lotada de mensagens indesejadas. Muitos desses informativos chegam sem que o destinatário tenha solicitado ou permitido, porém, existem casos em que ele é o respons

Por: | 03/07/2009

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Autor: Walter Sabini Junior


Acompanhe abaixo as dicas preparadas pela VIRID Interatividade Digital, empresa que desenvolve a plataforma Virtual Target para envio e gestão de relacionamento via email marketing.

1 - Seja criterioso ao preencher formulários e não cadastre seu email em sites de procedência duvidosa. E, se estiver em um site que não passa plena confiança, crie um email temporário apenas para este cadastro. Se você possui um domínio próprio, uma boa ideia é cadastrar um segundo email apenas para ser utilizado nessas situações. Você pode direcioná-lo para o principal e receber todas as mensagens na mesma conta de email e, quando perceber que está recebendo muitos spams, poderá deletar o email secundário e criar um novo.

2 - Não abra, interaja ou responda quando não conhecer a procedência da mensagem recebida, o ideal é reportar a mensagem indesejada como spam, mesmo quando a oferta for de seu interesse. A maioria dos provedores disponibiliza um link para reportar spam. Ao interagir com uma mensagem não autorizada, você fomenta a prática do spam.

3 - Configure os recursos de antispam oferecidos pelo seu provedor de acesso. Os filtros ajudam a melhorar o fluxo de seus relacionamentos digitais. Lembre-se que muitas empresas idôneas podem fazer um template inadequado e uma mensagem autorizada pode ser classificada como spam. Faça manutenção periódica, verificando se o que está sendo classificado como spam procede e configure regras de acordo com seu interesse.

4 - Inclua em seu catálogo de endereços os emails com quem você mantém relacionamento. Assim seu provedor não os classificará como spam e você poderá restringir ainda mais as regras antispam.

5 - Em caso de dúvida sobre a validade do email, pesquise o remetente e a ferramenta utilizada para o envio. Você poderá avaliar passando o cursor no link que sugere a exclusão da base para verificar a URL da ferramenta de envio, ou com o botão direito do mouse clique sobre o link e depois em propriedades. Verifique junto ao remetente se a ferramenta de envio é a utilizada por ele. Você também pode verificar a quem pertence o domínio no site do CGI (Comitê Gestor da Internet no Brasil), acessando o endereço www.registro.br.

Estes procedimentos não te darão 100% de garantia da idoneidade da mensagem, mas aumentarão, significativamente, as chances de acerto no julgamento.
Comentários

Acervo

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss