Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Relacionamento Digital

Menu degustação

A menos que você seja realmente um cara com muita bala e bom gosto, restaurante bacana não é todo dia. Especialmente os restaurantes com cozinha ?fusion? e chefs que alcançam renome internacional. Mas às vezes rola. Um cliente importante, um evento, uma d

Por: | 14/11/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Autor: Cesar Paz


Chegando pela primeira vez no melhor restaurante de qualquer grande cidade do mundo, o que fazer diante de um inacreditável menu de opções que mistura cordeiro com manga ou foie gras com avelã?
Bom, se for a primeira vez, eu assumo minha ignorância e sem medo de ser feliz peço logo o menu degustação.

Numa tacada só, você conhece praticamente todos os pratos do restaurante dos sonhos, para nas próximas vezes (se houver) jamais ter de entrar nessa e, aí sim, comer aquilo que realmente lhe convier.
Na mídia on-line podemos trabalhar exatamente assim.

Depois da ditadura dos formatos-padrão (banner, botões e pop-ups), que tentavam traduzir para a web o modelo da propaganda tradicional, começamos a viver um novo momento, em que novas e inteligentes alternativas adequadas ao modelo interativo e não invasivo da web ganham espaço e forma.

O cardápio hoje já é muito bom e além dos formatos padrões inclui e-mail marketing, links patrocinados, otimização para os buscadores, móbile marketing, hot words, social media e content match. Sem dúvida, uma cozinha contemporânea e complexa.

Na lista, as duas principais novidades são o Social Media — ações de marketing relacionadas às redes sociais (Orkut, My space, Digg, Flickr, YouTube, etc.), seja para fixação de marca, relacionamento e até as ações virais — e o Content Match, listagem lateral de links patrocinados que está intimamente associada ao conteúdo da página visualizada.

Lógico que Google e Yahoo são os big players dessas novas alternativas e se expandem no vasto conteúdo da web via parcerias com os principais portais de conteúdo.

Ao mesmo tempo em que esses modelos começam a ser validados, naturalmente cada vez mais clientes passam a se interessar pela mídia on-line e seus novos formatos.

É exatamente aí que surge a dúvida:
Puxa, como decidir diante de um cardápio complexo e cheio de inovações?

Bom, primeiro precisamos do Alex Atala, ou seja, o cara que pela sua capacidade e genialidade vai ser responsável por propor um bom planejamento de mídia on-line misturando caviar negro do mar Cáspio com banana nanica, e que por mais estranho que pareça vai fazer você respirar fundo na primeira garfada.

Só que se você não for iniciado o cara também te oferece um menu degustação (no D.O.M. custa R$ 180,00, na internet um pouco mais), onde será possível experimentar responsavelmente as várias opções de mídia que a web oferece, para definir, em seguida, as melhores alternativas para sua marca e seu negócio.
É muito interessante observarmos que a mídia on-line, no momento em que criou modelos adequados ao meio interativo respeitando a lógica do usuário (agradeçam ao Google), inverteu uma tendência de irrelevância dos formatos anteriores.

É também verdade que a mídia on-line, pelo menos no Brasil, ganhou ainda muito pouco no bolo publicitário. Acho sinceramente que isso não importa. A mídia on-line ganhou, na minha visão, o mais importante: o interesse e o respeito do cliente (ou anunciante, como prefere o mercado da propaganda). O resto vem com o tempo.

Prontos para o pedido? Ou preferem aguardar mais um pouco?

Comentários

Acervo

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss