Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Relacionamento Digital

Não tenho Orkut e nem aniversário

Muitas pessoas lembram umas das outras, mas não deixam recados no Orkut em todos os momentos de lembrança. Chega a ser engraçado, mas isso afeta sim a auto-estima de muitos comprometendo até o desempenho em seu dia-a-dia de trabalho.

Por: | 03/10/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Autor: Adriano Reinert


    É notório que a tecnologia vem envolvendo a humanidade rapidamente, modificando conceitos e quebrando paradigmas. Isso a meu ver é um caminho sem volta e é bom, hoje as ferramentas on-line como, por exemplo, MSN e Skype, são essenciais na vida de algumas pessoas e até de muitas empresas.

Algumas ferramentas, porém mexem com o humor e auto-estima de algumas pessoas controlando o clima nos ambientes de trabalho e harmonia nas relações interpessoais.

    O Orkut, por exemplo, é a porta de entrada diária de muitas pessoas. Já vi muita gente chegando ao trabalho e dizendo:

- Vou dar só uma entradinha no Orkut e ver se tens uns recadinhos pra mim...

    O que para alguns é motivo de alegria e bom humor, para outros é o início de um péssimo dia ao olhar os scraps do Orkut e dizer:

- Puxa ninguém "lembrou" de mim...

    É contraditório, pois muitas pessoas lembraram umas das outras, mas não deixam recados no Orkut em todos os momentos de lembrança. Chega a ser engraçado, mas isso afeta sim a auto-estima de muitos comprometendo até o desempenho em seu dia-a-dia de trabalho.

    E por aí vai, alguma pérolas do Orkut chegam a exclamar:

- "Eu leio meus recados e apago, mas mande o seu todo dia, por favor!!!"
- "Acho que meu namorado tem outra, ele não entrou no meu Orkut hoje"
- "Aquela abusada entrou no Orkut do meu namorado eu senti quando vi um visitante novo com o nome João do Caminhão, com certeza era ela disfarçada..."
- "Tenho que fazer alguma coisa urgente, o acesso ao meu Orkut diminuiu uns 30%"
- "Eu vejo meus recados pela manhã, se mandar depois dê um toquinho no meu celular (Pode ser a cobrar)"

    Um caso interessante aconteceu hoje, dia primeiro de outubro, um belo dia para mim que, aliás, não tenho Orkut. Hoje comemoro meu aniversário, um dia de muitos abraços, presentes e ligações. Ligações? Recebi algumas bem amáveis, porém, você pode ler abaixo algumas frases interessantes que chegaram a mim:

- "Desculpe, mas meu Orkut deve estar com problema, eu não sabia mesmo de seu aniversário..."
- "Eu sabia que você alguém fazia aniversário hoje, mas entrei no Orkut e lá não tinha nada..."
- "Tu merece mesmo, em vez de criar um Orkut, aí seria mais fácil de lembrar..."
- "Eu até vi você no Orkut que iria fazer aniversário, mas acabei esquecendo... acho que vi, você tem Orkut né?"
- "Entrei no Orkut para confirmar se era hoje mais estava fora, ou eu estava sem internet, sei lá"

    Em fim, deu para perceber que o título deste artigo tem tudo haver com a realidade de hoje, isto nos inspira a escrever um novo artigo intitulado "Ferramentas que nos tornam burros", vai a dica.
Comentários

Acervo

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss