Realidade virtual além do que se vê | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Radar Internacional

Realidade virtual além do que se vê

Protagonista da NRF, a RV cresce na comunicação

Por: | 17/01/2017

anap@marcoconsultora.com

Compartilhe

No segundo dia de NRF, a abordagem sobre a inovação tecnológica que ronda o varejo e as práticas de marketing envolvidas na cadeia tomou conta da programação, reforçando o que já sabíamos: definitivamente, este é o berço das tendências que dominarão o setor nos próximos anos.

A realidade virtual esteve no centro da discussão durante todo o tempo. Na verdade, até mesmo antes de pisarmos no Javits Center para o primeiro dia, em uma agenda paralela em que tivemos contato com Nicholas Franchet, diretor global de mercados verticais do Facebook, no escritório da gigante em Nova Iorque, ela já figurava como protagonista das experiências propostas para o futuro do varejo e a conexão com as novas gerações de consumidores.

Por lá, muito falou-se sobre a geração de conteúdo, que impactou de forma direta e ampla a história do varejo. Em grande parte do tempo, o segmento foi governado por lojas físicas que tinham grande poder sobre a oferta e também sobre o consumidor. Desde o nascimento do comércio online e da popularização da internet, as regras passaram a ser ditadas pelo público, que ganha força também na influência da opinião pública. Daí, chegamos ao estágio omnichannel que hoje é imposto pela nova leva de clientes. Franchet aponta que o próximo passo, muito possivelmente, é uma transição para o comércio móvel.

Na última temporada de férias nos Estados Unidos, uma em cada três compras foi feita on-line e na Black Friday elas excederam USD 1,3 milhão. Isto sugere uma rápida adaptação dos conteúdos e ofertas diretamente projetadas para a tela pequena do celular. Além disso, a geração Z não é mais a de tela múltipla como a Y. Seu único dispositivo é o smartphone.

Então, o conteúdo precisou moldar-se a essas todas transformações. Ele começou com texto, logo passou para uma comunicação baseada em imagens e hoje vemos um aumento exponencial de vídeos. Em um futuro próximo, que parece estar batendo à nossa porta, a aplicação de tecnologias como realidade aumentada e virtual estará em sinergia em todas as pontas de contato: seja para comunicar via rede social, para apresentar um produto e facilitar sua experimentação na venda online ou ainda para gerar memória por meio de experiências fantásticas e exclusivas em uma loja física. A ideia é que o consumidor enxergue e se relacione com a marca de maneira 360º, sem distinção de online e de offline.

Inúmeros cases, sejam os que ilustram as apresentações dos executivos dos maiores players do mundo, ou os que são apresentados no pavilhão de exposições, aplicam esse conceito dessa maneira. Mas, talvez, isso nem seja o mais interessante. É preciso ter um olhar mais amplo para perceber que isso tudo é um chamariz para convidar o seu cliente a partilhar com você o que ele tem de mais valioso para o seu negócio: seus dados e suas preferências. É isso que fornece subsídio para que se possa desenvolver planejamentos focados em resultados de maneira assertiva, produtos personalizados e, mais do que isso, para que se trabalhe nas tecnologias que ainda estão por vir. A união da realidade virtual com a capacidade analítica hoje disponível dará origem a uma revolução ainda maior com as "machine learnings", máquinas que caminham pelo caminho da interpretação e predição do que o consumidor quer. A maior lição que tiro é que não podemos nos guiar pela parte visível do iceberg. Há muito mais a ser explorado no ambiente submerso.

*Ana Paula Andrade é country manager da Marco Marketing Brasil, empresa com 20 anos de mercado e especializada em Field Marketing. A executiva está acompanhando a NRF 2017 e escreveu este artigo exclusivo para o Mundo do Marketing.

Comentários

Biografia

O que acontece no mundo do Marketing está aqui. Todo dia, um destaque do mercado internacional para você se inspirar.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss