5 benefícios de se analisar o interior da loja | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Radar Internacional

5 benefícios de se analisar o interior da loja

Marca de chocolate belga aumentou em 10% suas vendas

Por: | 12/03/2014

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Cada vez mais as empresas varejistas percebem a importância de identificar e conhecer o comprador e seus hábitos de consumo. Muitas lojas recebem milhares de clientes por semana mas sequer sabem como eles se comportam dentro delas. Uma avaliação pautada apenas na observação é possível, mas o uso de soluções tecnológicas que geram dados por meio de combinação de radiofrequência (emitida pelos aparelhos celulares) e análise de vídeos geram resultados ainda mais precisos. Estas ferramentas permitem um aprofundamento no comportamento do cliente na loja, gerando insights que possibilitam ao varejista trabalhar de forma mais eficiente e, como resultado, gerar aumento nas vendas.

Veja abaixo alguns benefícios em analisar o interior da loja:

1) Identificar oportunidades

A análise do interior da loja proporciona métricas que permitem à empresa entender o fluxo e os declínios de compradores nas lojas. Com isso, é possível identificar oportunidade como comparar o número de pessoas que passam na porta da loja com as que entram e ainda cruzar com as que compram. Essa avaliação identifica a eficiência das vitrines, das novas coleções e das campanhas de marketing que levam clientes até a loja.

2) Mensurar desistências de compra

Através dos dados, é possível identificar o percentual de pessoas que entram e saem sem comprar, cruzando esta informação com o tempo que efetivamente permanecem na loja. Nesse caso, podem ser identificados problemas como o tamanho da fila, falta ou inadequação de atendimento ou mesmo questões relacionadas ao estoque e sortimento de produtos.

3) Explorar a exposição de produto

Uma vez que a empresa conhece o fluxo de sua loja e seus pontos quentes, é possível explorar melhor estes espaços, como colocar itens com maior margem nestes locais, planejar a exposição dos produtos na loja e fazer os clientes perceberem produtos que, até então, ficavam escondidos.

4) Ações de marketing mais efetivas

Ao identificar os clientes demograficamente (como idade e sexo), as ações de marketing podem ser mais eficientes. Se os clientes chegam em grupos ou com crianças, por exemplo, ou ainda se há uma mudança no público em determinados horários ou dias da semana. Assim, as ações podem ser planejadas de acordo com esses padrões observados.

5) Direcionar o fluxo para pontos pouco visitados

Em todas as lojas, há pontos que os clientes dificilmente chegam. Identificando quais são estes locais, é possível colocar produtos mais atrativos, melhorar a comunicação visual da área ou mesmo criar oportunidades que atraiam a atenção do cliente. Feita a mudança, é possível monitorar o ganho no fluxo e taxas de conversão dos itens.

A marca belga de chocolates Godiva, por exemplo, percebeu que uma das suas maiores lojas na Europa, em Londres, não apresentava o desempenho esperado sem, aparentemente, nenhuma razão. A empresa, então, resolveu entender os números do fluxo da loja usando uma das soluções da ShopperTrak. Após observação, identificou-se que três quartos dos visitantes da loja saíam sem fazer nenhuma compra. Foi revelado também que o pico de vendas era das 14h às 15h e não no horário de almoço, como era suposto pela equipe da loja.

Essas informações possibilitaram mudanças na grade de funcionários com o objetivo de oferecer um melhor atendimento no período mais crítico. Além disso, foi possível identificar as pessoas que precisavam de treinamento devido a taxas de conversão baixas em seus turnos e atendimentos. A gerência pôde ainda determinar os melhores horários para reposição de produto, nos horários de baixo fluxo.  Em apenas três meses, a empresa já via os resultados das ações tomadas, superando as expectativas. O número de transações na loja teve um aumento de 10% e a taxa de conversão passou de 24% para 26,5% nas primeiras seis seman


 

Comentários

Biografia

O que acontece no mundo do Marketing está aqui. Todo dia, um destaque do mercado internacional para você se inspirar.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss