Snacking: hábito gera oportunidades para o varejo | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Na Pele do Shopper

Snacking: hábito gera oportunidades para o varejo

Boa parte da alimentação é suprida pelos lanchinhos

Por: | 03/04/2014

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Cada vez mais as pessoas concentram parte importante de sua alimentação diária no que chamamos de SNACKING, em português "fazer um lanchinho" ou "beliscar uma coisinha". Diferente de alguns anos atrás, quando esse hábito era ligado a comer algo indulgente, hoje um snack pode ser qualquer coisa - desde uma maçã, passando por um iogurte até o resto do jantar de ontem - e pode ser consumido em qualquer lugar.

Segundo o The Hartman Group, atualmente 50% dos momentos de alimentação consistem de "um lanchinho", sendo que 80% deles acontecem em casa. O instituto coloca a tendência de "snacking" entre as 3 mais importantes representantes da fragmentação dos hábitos de consumo de alimentos atual, ao lado de "Consumo Imediato" e de "Comer Sozinho".

Também diferente de anos atrás, quando snack era uma coisa eventual e que ocorria na maioria das vezes por impulso, hoje em dia os consumidores sabem que em algum momento precisarão de algo à mão para comer, o que os leva a planejar sua compra a fim de garantir que estarão abastecidos quando surgir a necessidade.

E como o shopper se abastece? Pensando em três ocasiões de consumo principais, mapeadas pela HealthFocus International e apresentadas semana passada no Institute of Food Technologists´ Wellness 2014 Conference em Chicago:

1 - Small meal occasion: para este momento o shopper busca saciedade, que pode ser encontrada em iogurtes, grãos integrais ou suplementos de proteína, por exemplo.

2 - Better-for-you occasion: aqui o snack tem o objetivo específico de suprir uma necessidade, como energia antes da ginástica ou antes dos estudos.

3 - Indulgent occasion: quando snacks doces, como sorvetes, ou salgados bem temperados aparecem como as melhores opções, por exemplo.

Hábitos alimentares muito mais fluidos, em que a separação tradicional entre as refeições está ruindo, exigem do varejo uma postura diferente em relacão às categorias que entregam conveniência e qualidade que os shoppers esperam dos "snacks". Parcerias, como a da Coca- Cola com a Mondelez para ações de Merchandising na criação de uma snack solution, o Projeto Power of One da Pepsico, que incentiva a execução de ações conjuntas de merchandising de suas marcas de snacks salgados e bebidas, bem como reinventar áreas de iogurtes, visto que estes são uma das categorias mais valorizadas pelo shopper quando ele busca um snack saudável, são alguns exemplos que sinalizam o quanto esta mudança de hábito traz de oportunidades para o varejo e quanto é preciso evoluir na oferta de soluções instore para atender de forma mais eficiente este shopper.
 

Comentários

Biografia

Insights, Melhores & Piores Práticas, Conhecimento, Estórias. Shopper Marketing Para Todos Os Gostos.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss