Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Mundo do Marketing Esportivo

Banco do Brasil suspende patrocínio ao vôlei

Cautela se deve a suspeitas de irregularidades

Por: | 12/12/2014

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O Banco do Brasil suspendeu o patrocínio à Seleção Brasileira de Vôlei, após a divulgação do relatório da Controladoria Geral da União (CGU), que comprova má gestão do dinheiro público na Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). Segundo o documento, a entidade teria usado R$ 30 milhões para pagar empresas de dirigentes, ex-dirigentes e parentes deles, em contratos firmados entre 2010 e 2013. A Controladoria não encontrou relação do banco com a denúncia e recomendou o fortalecimento dos controles internos em relação aos patrocínios.

De acordo com o documento, a CBV deve adotar medidas para sanear as irregularidades encontradas na auditoria com vistas a manter o seu patrocínio com o Banco do Brasil e reduzir o risco de imagem de ambos. A principal providência é adotar mudanças administrativas e legais cabíveis para o ressarcimento dos gastos com serviços sem comprovação de execução, bem como a apuração da existência de outros serviços pagos e não executados para também providenciar a devolução desses recursos.

A CBV publicou nota no site em que afirma que "mesmo antes do relatório final, a nova gestão tomou providências visando implantar uma governança responsável e, acima de tudo, ética. Entre as medidas sugeridas pela CGU no relatório final, já havia contratado auditoria para analisar os exercícios anteriores, cancelando contratos que possuíam vícios éticos, abrindo as contas e disponibilizando documentos para as entidades de fiscalização, sem restrição nenhuma. Desde abril de 2014 publica mensalmente balancetes em seu sítio eletrônico, tem um modelo de governança desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas, já reestruturou o quadro administrativo, criou medidas de aprimoramento na seleção de fornecedores e implantou uma auditoria interna permanente".

Desde 1991 patrocinando a modalidade esportiva, o Banco do Brasil conseguiu associar sua imagem ao vôlei nacional. O projeto consiste no suporte e custeio das seleções brasileiras de voleibol de quadra, masculina e feminina, nas categorias adulta, juvenil e infanto-juvenil. Além desses, o BB patrocina as duplas do vôlei de praia, o iatismo, o tênis e o futsal. 

Banco do Brasil, Seleção de Vôlei, Patrocínio

Banco do Brasil, Seleção de Vôlei, Patrocínio

Banco do Brasil, Seleção de Vôlei, Patrocínio
 

Comentários
Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss