Acha o futuro assustador? Você ainda não viu nada | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Cannes Lions

Acha o futuro assustador? Você ainda não viu nada

Máquinas e humanos ficarão no centro do poder

Por: | 22/06/2016

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

The Inevitable: Understanding the 12 Technological Forces That Will Shape Our FutureKevin Kelly, co-fundador da revista Wired, tem uma visão muito clara do que o futuro nos reserva. Para começo de conversa, ele faz questão de focar sua análise no que ele chama de forças tecnológicas inevitáveis. Para ele, telefones são inevitáveis, o iPhone não. Internet é inevitável, o Twitter não.

As 12 forças foram reunidas no livro que Kelly lançou esse mês chamado `The Inevitable: Understanding the 12 Technological Forces That Will Shape Our Future´ (O inevitável: entendendo as 12 forças tecnológicas que moldarão nosso futuro). Kelly, no entanto, tratou de apenas algumas dessas forças hoje aqui em Cannes. Basicamente, centrou seu discurso em dois conceitos: Realidade Virtual e Inteligência Artificial.

Para Kelly, a Realidade Virtual (VR) vai expandir-se a ponto de tornar-se acessível para grande parte das pessoas. Na prática, isso significa uma alteração significativa na percepção de tempo e espaço. Permitirá, por exemplo, que estejamos próximos mesmo que fisicamente distantes. A VR transformará a Internet, de uma ferramenta de informação em uma plataforma basicamente voltada para a socialização. Kelly acredita que a VR será a mais social das mídias sociais, fazendo com que a Internet do Conhecimento vire a Internet do Sentimento, valorizando as experiências.

Para explicar a importância da Inteligência Artificial (AI), Kelly fez um contraponto com a invenção das máquinas, que agregaram força artificial ao processo produtivo. Quando a essa força de trabalho artificial somamos inteligência artificial, as mudanças tornam-se brutais. A invenção do motor proporcionou a invenção do automóvel. A inteligência artificial viabilizou o automóvel que dirige sozinho. Kelly afirmou que em 20 anos metade dos caminhões nos Estados Unidos não terão motoristas. Em 30 anos, nenhum deles será dirigido por um ser humano. Toda atividade que depender de produtividade será realizada por robôs. Para os que se preocupam com o poder da AI, Kelly explicou que o processo tende a ser dividido entre máquinas e humanos.

Kevin Kelly terminou sua apresentação incentivando a audiência a, apesar da dificuldade, acreditar no que é aparentemente impossível mais frequentemente. Porque no final das contas, estamos apenas no começo de uma grande revolução, que mudará para sempre o planeta - e as nossas vidas.

cannes

Comentários

Biografia

Cobertura da 63º edição do Cannes Lions Festival Internacional de Criatividade, que acontece de 18 a 25 de junho de 2016. Os conteúdos são produzidos pelos correspondentes Luiz Alberto Marinho e Patrícia Marinho, que apresentam os insights apontados durante os seminários no evento.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss