Descobrindo juntos um contexto desconhecido | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Consumer Insights: A lógica do consumo pelo olhar da antropóloga Hilaine Yaccoub

Descobrindo juntos um contexto desconhecido

Quais são as reais vontades, desejos, aspirações e práticas da baixa renda. Como vivem? Quais são os seus problemas e questões? Como se veem? Como se definem? Como se representam?

Por: | 23/03/2012

hilaine@gmail.com

Compartilhe

Este blog é um diário de campo virtual. Nele, postarei algumas considerações do meu trabalho de campo. Desde 2007, venho estudando o CONSUMO POPULAR, e que também engloba um grupo muito específico, midiaticamente conhecido por "NOVA CLASSE MÉDIA" - eu discordo deste termo, mas não vem ao caso aqui agora. Baseada nos conhecimentos empíricos e teóricos adquiridos vou tentar dividir com vocês alguns insights e considerações pertinentes.

Venho observando que muitas pesquisas são realizadas com esses grupos, muitas estatísticas estão disponíveis, porém quais são as reais vontades, desejos, aspirações e práticas deste grupo. Como vivem? Quais são os seus problemas e questões? Como se veem? Como se definem? Como se representam? Como são representados? Quais são os seus dramas e dificuldades? Festeja-se muito, fala-se em conquistas de consumo, mas a que preço? Quais as histórias de vida e empreendedorismo? Como é morar como esse grupo mora? Qual o sabor das comidas e como se divertem em suas festas? Quais são as suas alegrias e por que choram?

E mais, por que agem da forma que agem?

A Antropologia surge com a intenção de se descobrir os "comos" e os "porquês", um plus que dá possibilidade de ir além dos "quantos".

São muitas as questões que poderão orientar os posts (sintam-se à vontade para mandar sugestões), mas o que se pretende é descrever algumas situações que estarei vivenciando no meu trabalho de campo (nome que se dá para a pesquisa empírica na Antropologia) para o doutorado na Universidade Federal Fluminense. É um trabalho solitário, entrevistas informais, pesquisa in lócuo, observação participante (observa e participa) e escrita de relatos etnográficos... E o resultado é incrivelmente rico.

UMA ANTROPÓLOGA MORANDO NA FAVELA
A pesquisa se dá em uma favela não pacificada no Rio de Janeiro na área portuária, onde acabo de alugar uma quitinete para investigar consumo e serviços prestados aos moradores e toda a "gatolândia" existente, além dos estabelecimentos regularizados.

Aproveitarei para fazer outras análises que servirão para compor as representações destes diferentes grupos classificados pelo Marketing como classes C, D, E. Observarei mais especificamente como o consumo doméstico, feminino, relações de poder e hierarquias sociais, comportamento de consumo, entre outros se dão em diferentes contextos, como funcionam a hierarquia de valores no pagamento de contas e no investimento de diferentes itens de consumo. Vou usufruir de serviços locais, públicos e privados, realizar compras, frequentar casas de vizinhos e criar relacionamento, e vamos juntos desvendar esse mundo desconhecido.

Comentários

Biografia

PHD em Antropologia(UFF), há mais de 15 anos atua em pesquisas customizadas, consultorias, cursos in company e palestras

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss