E a antropologia chegou às empresas... | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Consumer Insights: A lógica do consumo pelo olhar da antropóloga Hilaine Yaccoub

E a antropologia chegou às empresas...

Quando descobri a Antropologia, não fazia ideia do que este campo de conhecimento me possibilitaria e sequer imaginava que existia uma profissão cujo objetivo é entender os outros

Por: | 20/03/2012

hilaine@gmail.com

Compartilhe

Caros leitores do Mundo do Marketing,

Saudações!

Quando descobri a Antropologia, não fazia ideia do que este campo de conhecimento me possibilitaria. Eu, uma estudante secundarista, sequer imaginava que existia uma profissão cujo objetivo é entender os outros. A antropologia faz parte de uma área das ciências sociais (as outras são ciência política e sociologia), que se propõe a analisar, entender e interpretar as diversidades e a diferença. O choque cultural é a mola propulsora dos pesquisadores, nos impulsionando sempre a querer entender outros universos, outros valores, práticas, crenças etc.

Para que esse entendimento se dê, é necessário que pré-noções sedimentadas e absorvidas ao longo da nossa existência sejam descontruídas, ou sublimadas no instante da nossa pesquisa. Se estes valores se fizerem presentes, serão condicionantes para que haja vieses na pesquisa, e esta estará comprometida.

É uma eterna luta contra nós mesmos, nossos gostos, nossas vontades para que se entenda o outro, o gosto dele, seus valores, suas aspirações, seus padrões estéticos. Mas ao longo do tempo, desde o começo do século XX, têm sido realizadas pesquisas, análises, aprofundamentos teóricos e metodológicos que pretendem consolidar a Antropologia como campo do conhecimento e sua eficácia para tal.

blog,diário,c,d,e,antropologiaA Antropologia do Consumo
Chegados os anos 70, toda essa expertise se volta para as empresas, e a chamada Antropologia do Consumo nasce como uma linha de pesquisa atenta a desenvolver aportes teóricos para o entendimento do indivíduo quando consumidor. A antropóloga Mary Douglas e o economista Baron Isherwood lançam o livro "Mundo dos Bens", em 1976, com a lógica de que o consumo de bens vai além do consumo material. Para os autores estão inseridos neste processo o campo simbólico que servirá para que os sujeitos se comuniquem. Possuir determinadas coisas traduzem mensagens sobre nossas escolhas, baseadas em gostos, preferências e questões aspiracionais.

Desde sua fundação, a Antropologia utiliza alguns instrumentos de pesquisas. Um deles é o chamado DIÁRIO DE CAMPO. Nele, o antropólogo escreve tudo que vê, sente, enxerga durante a observação participante e isto só é possível quando ele está lá, no momento e no lugar onde as situações ocorrem, fazendo parte daquele contexto, para depois conseguir traduzir tudo que viu. A partir deste caderno, ele escreverá a sua etnografia, uma análise aprofundada, descritiva, que será analisada posteriormente à luz da teoria social.

Esse rico material servirá como fonte de conhecimento para profissionais das mais variadas áreas, em especial o Marketing, que desenvolverá estratégias de negócios, serviços, comunicação para os mais variados públicos. E é aí que entra minha contribuição.

Nos vemos em breve!

Comentários

Biografia

PHD em Antropologia(UFF), há mais de 15 anos atua em pesquisas customizadas, consultorias, cursos in company e palestras

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2020.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2020. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss