Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Consumo e Inovação

Mídia de massa customizada

Marketing

Por: | 14/10/2009

bfurtado@aliasite.com.br

Compartilhe

Você conhece o Ricardo Freire? Ele é um publicitário que conseguiu realizar seu sonho (e o de muitos outros) e hoje define-se como Turista Profissional. Além do site Viaje na Viagem, Ricardo tem vários livros publicados, colunas em revistas e jornais. 

 

Morro de pena dele, mas enfim, alguém tem que fazer jornalismo de turismo. (E recomendo que você o siga no twitter - @riqfreire -, ele é muito divertido.) Mas eu trouxe o Ricardo aqui porque em posts anteriores abordei rapidamente uma tática que ele utiliza em sua coluna no Estadão que exemplifica bem que a customização massificada  - um dos grandes desafios da atualidade - é possível também na mídia.

  

O consumidor contemporâneo pede produtos, serviços e soluções personalizadas, porém, a maior parte das empresas ainda ancora-se em produção ou infra-estrutura massificada em função dos ganhos de escala. Customização massificada é a resposta para poder personalizar em larga escala. A indústria de móveis planejados é um bom exemplo de customização massificada. Em uma empresa deste segmento você poderá contar com certa personalização dos móveis e da parte da indústria existe um processo relativo de escala.

 

 

 

 

E é possível personalizar em meio de mídia massificada? Ou seja, é possível estabelecer diálogo e conexão com grupos específicos, com certos estilos de vida em meio de massa como TV aberta, rádio e jornal? Na coluna Turista Profissional no caderno Viagem&Aventura que o Ricardo escreve às terças no Estadão além da matéria principal, ele criou uma seção com personagens que dão dicas para determinados estilos de vida.

  

"Criei personagens que colocam em discussão assuntos que interessam aos turistas", diz Freire. Telma Luísa, por exemplo, é aquela mulher que viaja sozinha na boa. Bill Cash vai dar dicas sobre luxo e Murilo Quirana, o Mu, será o turista mais mão de vaca da turma, que quer economizar em tudo." 

 

Olha só, se podemos segmentar uma coluna em meio massificado, podemos romper outros pré-conceitos em busca de personalização. E diga-se de passagem, não importe no que o Ricardo trabalhe, será sempre um grande publicitário.

 

 

 

Leia também o post que o Ricardo Freire escreveu sobre esta reflexão:

 

Eu e a mídia de massa customizada

Comentários
Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss