Cérebro Adolescente | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Consumo e Inovação

Cérebro Adolescente

Comportamento

Por: | 24/08/2009

bfurtado@aliasite.com.br

Compartilhe

Existe isso? Existe o cérebro morfologicamente não desenvolvido até a vida adulta? O mais instigante destas perguntas é que a comunidade científica divide-se. Segundo um levantamento da revista Scientific American Mind o cérebro cresce até os 6 anos de idade, atingindo 90% do seu tamanho e o restante é completado até a vida adulta. Em tese, está pronto para funcionar. Porém, apesar deste fato, os estudos identificaram que os processos cerebrais que controlam o comportamento não estão concluídos e só o serão depois dos 20 e poucos anos. Em algumas pessoas nunca estarão, por sinal.

Esta constatação foi obtida a partir da observação de que, diante de decisões, algumas áreas cerebrais apresentavam sobrecarga, enquanto outras se mostravam subutilizadas. Por exemplo, a área do córtex pré-frontal, que envolve planejamento, comportamento voluntário e tomada de decisão é muito mais sobrecarregada que o cérebro adulto diante dos mesmos problemas. Para se ter uma idéia do excesso, um cérebro adulto utiliza esforço similar em problemas de muito maior complexidade. E além de maior esforço, esta área trabalha sozinha. O cérebro adolescente usa menos outras regiões cerebrais que poderiam compor a solução que pessoas acima dos 25 anos. O que explica que - a princípio - adultos podem lidar melhor com situações estressantes, porque existe colaboração entre as áreas cerebrais diante de problemas. E explica um pouco daquele comportamento impulsivo ou os atos com zero de reflexão que tivemos quando adolescentes e que revemos em nossos filhos. O que explica também que aquele seu colega insuportável ainda está com o cérebro em desenvolvimento.

No entanto, outra parte da comunidade científica discorda desta visão por entender que o cérebro já está formado nesta fase da vida e o que influencia o comportamento adolescente é o meio, a genética e as diferenças culturais. Endossando esta visão, no livro Adolescence: An Anthropological Inquiry há uma pesquisa realizada em 186 países. Em 60% da amostra, a palavra adolescente sequer existe. Como assim??? É o seguinte: nestes países, não existe a distinção entre ser meio adulto e ser adulto.  E em conseqüência, não há a segregação deste grupo em relação aos adultos. Portanto, não existem atos justificáveis como imaturos. E em muitos destes países não foi constatado comportamento anti-social em adolescentes. Por anti-social, leia-se "impossibilidade de convivência civilizada".

Se não existe em alguns países e existe em outros, é porque a causa das diferenças não está na morfologia. E aquelas atitudes são resultantes de influências externas. Resumo da ópera. Ou melhor, da balada. A ciência do comportamento é muito jovem e muitas convicções podem ruir ao final do dia. Costumamos confiar nas respostas racionais dos consumidores e estes estudos nos ensinam que não temos certezas de que nos possibilitem conclusões definitivas. Mas tudo bem. Nada é definitivo no mundo jovem mesmo.

Leia também:

Conexão Fofa

O Negócio das Confrarias Culinárias

Comentários
Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss