Thom Browne & Oscar Niemeyer | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Blogs

Conexão Paris

Thom Browne & Oscar Niemeyer

Por: | 06/07/2010

stella@slegnani.com.br

Compartilhe

 

 Estética Made in USA

Thom Browne renova a alfaiataria da América ao estilo sixties e investe  nas passarelas de Paris. Objetivo: seduzir a Europa
Para seu primeiro desfile em Paris, ele escolheu a sede do Partido Comunista Francês, construída em 1971 por Oscar Niemeyer (I Love!). Um lugar em conformidade com a sua estética. Seus ternos cinza ao estilo Mad Men, feitos em tecidos de maiô de banho, ou seus amplos trenchs, combinaram perfeitamente com as paredes de concreto brancas e o carpete verde do local. Fiel ao estilo que o tornou famoso, os ternos, os paletós e as calças curtas deixam a mostra tornozelos, numa versão desajeitada de um tradicional uniforme. Sem dúvida, este é um dos grandes méritos do criador nova-iorquino: ter reavivado o estilo formal de seu país.
O desfile foi o mais comentado da semana de moda masculina. Enfim, algo diferente. Na sala redonda, estilo nave espacial da sede do partido, pequenas bandeiras francesas e americanas foram colocadas em frente de cada banco acompanhadas de um caderno de notas. Após dois minutos, parecia surreal estar sentado como em uma sala de aula da faculdade... algumas pessoas entram tanto no espírito que começam a enviar aviõezinhos de papel aos vizinhos!
Suas credenciais são os anos 1960, de Steve McQueen em The Thomas Crown Affair, JFK jovem senador de Massachusetts... "Naquele tempo, havia uma sensibilidade americana distinta, um espírito no sentido mais amplo. Essas pessoas tinham estilo, sem ser esnobes. Mas não é uma interpretação literal", defende Thom Browne. Seu personagem tem proporções extremas, às vezes absurdas -  jaquetas de  mangas super encurtadas,  lapelas estreitas, calças e jaquetas de baseball,  camisas versão XXL. O estilo faz barulho. Depois de trabalhar com Armani e Ralph Laurent, ele criou em 2004 sua linha de prêt-à-porter anti conformista.
Ele se apropria de peças clássicas do armário masculino e desenvolve coleções extravagantes, mudando o senso das matérias, cores e formas (hello! Coco Chanel...).
As portas são abertas e uma quarentena de cosmonautas toma posse do local. Ao fundo o Danúbio Azul de Strauss em trilha sonora. As viseiras dos capacetes dos manequins refletiam o extraordinário plafond da sala criada pelo genial Niemeyer.
"Tento provocar as pessoas"
Thom Browne é também um showman. E no seu visual reside seu marketing. As silhuetas apresentadas foram tão originais e surpreendentes como as criações de nosso famoso arquiteto. Se a moda criada por ele não é um grande avanço no vestuário masculino, é um pequeno passo para a moda e, certamente, um grande para Thom Browne.

Fotos: Géraldine Dormoy

Comentários

Biografia

Stella Pelissari é formada em Moda e Jornalismo, tem pós-graduação em Moda e Comunicação e Mestrado em Management Fashion em Business.

Arquivos


Este blog reflete única e exclusivamente a opinião do seu autor e não necessariamente o posicionamento jornalístico que norteia o Mundo do Marketing.

Acervo

Pesquisar por Tags

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss